Notícias

Terremoto de magnitude 6,1 sacode o nordeste do Japão

Foto: Reprodução/JMA

Potente tremor teve epicentro perto da costa de Miyagi, e foi sentido em várias cidades do nordeste japonês.

  • 114
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    114
    Shares

Um fortíssimo terremoto com magnitude preliminar de 6,1 na escala Richter sacudiu o nordeste do Japão neste sábado (12), hora local, sendo sentido mais intensamente província de Aomori, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês), acrescentando que, mesmo forte, o tremor não ofereceu risco de tsunami.

De acordo com o mapa emitido pela JMA, o terremoto ocorreu às 11h44 locais de sábado (23h44 de sexta-feira em Brasília), com epicentro registrado no mar, a cerca de 40 quilômetros da costa da província de Miyagi, a uma profundidade de 40 quilômetros.

Localidades nas províncias de Aomori, Iwate e Miyagi foram as que mais sentiram o tremor, registrando intensidade máxima de 4 graus na escala japonesa, que vai de 1 até 7, na cidade de Hashikami, em Aomori.

Mapa mostra, em detalhe, o local do epicentro e as localidades mais atingidas pelo tremor | Foto: Reprodução/JMA

A magnitude na escala Richter (6,1) equivale à intensidade do terremoto no epicentro, enquanto a escala japonesa (4) considera o nível de abalo sentido na superfície da terra.

Até o momento, autoridades locais não reportaram danos a edificações ou relatos de pessoas feridas em consequência do tremor. Mas a JMA alerta para provável incidência de réplicas (tremores secundários) na região.

Também não foi relatado anormalidades nas usinas nucleares na região, que incluem centrais atômicas nas prefeituras de Aomori, Fukushima, Ibaraki e Miyagi, bem nas duas usinas em Fukushima, disseram suas operadoras

Em 11 de março de 2011, um terremoto de magnitude 9,0 gerou um tsunami devastador, que deixou mais de 18 mil mortos e causou um grande acidente nos reatores da usina nuclear de Fukushima Daiichi, o que provocou a pior crise nuclear desde a ocorrida em Chernobyl, na Ucrânia, em 1986.

Anel de Fogo do Pacífico

O Japão faz parte do chamado “Anel de Fogo do Pacífico”, uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo, e sofre terremotos diariamente. Mediante isso, o país possui uma infraestrutura desenvolvida para resistir tremores que poderiam ser fatais em outras partes do mundo.

*Veja no site da JMA os dados completos do tremor, incluindo todas as cidades/áreas afetadas.

Mundo-Nipo (MN)
Fonte: Japan Meteorological Agency.

  • 114
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    114
    Shares