Notícias

Salário mínimo terá aumento recorde no Japão

©Kyodo

Os novos salários mínimos no Japão entrarão em vigor no início de outubro.

O Governo do Japão anunciou que o valor do salário mínimo por hora vai aumentar em outubro do atual ano fiscal japonês, que começou em abril, para 874 ienes a hora, em média, alta de 26 ienes em relação ao ano anterior, maior ritmo de crescimento em 16 anos.

O Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão afirmou que o valor do aumento é o maior já registrado no país desde que números comparáveis ​​se tornaram disponíveis em 2002.

No Japão, os governos provinciais analisam os salários mínimos uma vez por ano, com base nas recomendações de um painel consultivo do Ministério do Trabalho.

Para o ano fiscal de 2018, 23 das 47 províncias existentes no país concordaram em elevar seus salários mínimos acima dos níveis recomendados.

A taxa de aumento é maior do que os níveis recomendados em todas as prefeituras com salários mínimos na faixa de 700 ienes por hora. A elevação recorde é por conta do crescente êxodo nas áreas rurais, visto que os jovens, quando atingem idade adulta ou se formam, buscam por trabalho em áreas urbanas, onde os salários são bem melhores.

Tóquio terá o maior salário mínimo por hora, com alta de até 27 ienes, para 985 ienes, enquanto o aumento em Kagoshima será de até 24 ienes, para 761 ienes em média – o menor salário no país.

O painel consultivo do ministério recomendou quatro níveis diferentes de aumento: 23, 25, 26 e 27 ienes, com base em fatores como renda e preços em cada prefeitura.

Os novos salários mínimos entrarão em vigor no início de outubro.

Do Mundo-Nipo
Fonte: Jiji Press / Yomiuri Shimbun.