Notícias

Investimentos do Japão na China crescem 14,5% nos 2 primeiros meses de 2016

Os investimentos das empresas japonesas na China somaram cerca de US$ 660 milhões nos meses de janeiro e fevereiro.

Depois de recuar por três anos consecutivos, os investimentos diretos do Japão na China cresceram 14,5% no acumulado de janeiro e fevereiro de 2016 em relação ao mesmo período do ano passado, informou nesta sexta-feira (18) a emissora estatal japonesa ‘NHK’, citando que os números foram divulgados pelo Ministério do Comércio da China.

A alta representa cerca de US$ 660 milhões em investimentos do Japão injetado na China durante os meses de janeiro e fevereiro de 2016. O Ministério afirma que o avanço se deve aos projetos relativamente grandes no setor manufatureiro.

Apesar da significativa e importante elevação, o Ministério alerta que esse crescimento, no entanto, não significa uma tendência de alta nos meses conseguintes ao período janeiro-fevereiro de 2016, já que os investimentos nos três anos anteriores sofreram quedas abruptas diante do cenário de incertezas e desaceleração da segunda maior economia do mundo.

Mediante a isso, a pasta afirmou que tem planos de tornar as zonas econômicas especiais do país mais convenientes em vista de encorajar um número maior de empresas estrangeiras a investir no país e assim alavancar o Investimento Estrangeiro Direto (IED). Além disso, o Executivo chinês pretende implantar medidas adicionais para proteger os direitos de propriedade intelectual das companhias.

Os investimentos diretos do Japão na China sofreram forte retração de 25% em 2015, o que representou o terceiro recuo anual consecutivo.

Os custos foram puxados pelos aumentos salariais dos trabalhadores chineses e pelo enfraquecimento do iene, fazendo com que a China se tornasse menos lucrativa para as empresas japonesas, conforme noticiou a ‘NHK’.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.