Notícias

Japão se prepara para receber mais chuvas em regiões inundadas por tufão

Fukushima | ©Kyodo

Fortes chuvas devem cair no leste e nordeste do Japão, regiões que ainda estão se recuperando do caos deixado pelo devastador tufão Hagibis.

Algumas áreas nas regiões leste e nordeste do Japão estão se preparando para sofrer com mais inundações e deslizamentos de terra, já que fortes chuvas devem atingir localidades que ainda estão se recuperando do tufão mais poderoso a atingir o país em décadas uma semana atrás.

Na província de Chiba, perto de Tóquio, 110 milímetros de chuva por hora foram registrados pela manhã, enquanto pelo menos 28 casas e lojas foram inundadas no mesmo dia na província de Mie, na região central do Japão, onde um rio transbordou hoje (19).

É esperado que um sistema de baixa pressão leve fortes chuvas para as regiões de Hokuriku e Tohoku, de acordo com a Agência Meteorológica do Japão (JMA).

Pelo menos 13 municípios nas províncias de Miyagi e Fukushima, atingidas com força pelo tufão Hagibis, cancelaram planos de solicitar voluntários por preocupação com a segurança, apesar da necessidade urgente de acelerar os esforços de recuperação.

“Tudo vai piorar se chover mais forte”, disse Satsuki Hikichi, um morador de 78 anos da cidade de Marumori, em Miyagi. O idoso teve sua casa danificada pelas inundações e agora está abrigado em um prédio escolar usado como centro de abrigo temporário.

Os municípios atingidos pelo desastre estão lutando com resíduos maciços, como móveis e eletrodomésticos encharcados pelas enchentes.

Tufão Hagibis deixou um rastro de destruição em Chiba | ©Kyodo

O Ministério do Meio Ambiente estima que vários milhões de toneladas de lixo precisarão ser descartados, excedendo em muito os 1,9 milhão de toneladas resultantes do desastre das chuvas no oeste do Japão no ano passado.

Os municípios afetados não serão capazes de lidar com todo o lixo por conta própria e provavelmente levará mais de dois anos para serem descartados, a menos que os governos das regiões menos afetadas pelo desastre ofereçam cooperação, disseram especialistas.

O 19º tufão da temporada matou pelo menos 79 pessoas, com 10 ainda desaparecidas, e deixou 2.400 casas fortemente danificadas ou destruídas, além de inundar pelo menos 25.000 hectares na principal ilha de Honshu, segundo dados do governo.

Restauração dos serviços shinkansen

A companhia ferroviária East Japan Railway, cuja ferrovia na província de Nagano, no centro do Japão, foi inundada e não poderá reparar os 120 vagões de trens-bala que foram afetados e, portanto, os serviços da linha Shinkansen entre Tóquio e Kanazawa não serão restaurados completamente ao nível anterior do desastre provocado pelo tufão até o final do ano, disseram fontes da empresa.

Novo tufão

Um novo tufão está se aproximando da província de Okinawa, ilha no sul do arquipélago japonês, devendo caminhar para o leste do país, segundo previsão da JMA.

Da Kyodo News / Tradução e edição do Mundo-Nipo.com (MN).