Notícias

Colisão de caminhão militar dos EUA causa morte de civil em Okinawa

Caminhonete da vítima fatal ficou acabada após colisão (Foto: Kyodo)

Polícia detectou altos níveis de álcool no soldado motorista do caminhão que bateu na caminhonete de um japonês.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um japonês de 61 anos morreu neste domingo (19) em Okinawa, ilha no sul do Japão, depois que um caminhão militar dos Estados Unidos bateu contra sua caminhonete, informou a imprensa local.

O acidente aconteceu por volta das 5h25 (horário local, 18h25 de sábado em Brasília) numa interseção em Naha, capital de Okinawa, na qual o veículo militar de cerca de duas toneladas bateu com o particular, segundo a agência de notícias ‘Kyodo’.

De acordo com a agência japonesa, o motorista da caminhonete, Hidemasa Taira, de 61 anos, foi levado a um hospital, onde foi declarada sua morte, enquanto o condutor do caminhão militar, Nicholas James-McLean, de 21 anos, teve lesões leves e está sendo interrogado pelas autoridades japonesas.

A polícia detectou níveis de álcool três vezes superiores do que o permitido no soldado, aparentemente membro do Corpo de Fuzileiros navais dos Estados Unidos, acrescentou a emissora pública japonesa ‘NHK’.

As testemunhas do incidente relataram à polícia que o caminhão bateu na caminhonete enquanto esta ia virar à direita quando o semáforo assim o permitia, o que sugere que o veículo militar passou o sinal vermelho.

A prefeitura de Okinawa abriga mais da metade dos cerca de 48 mil soldados que os EUA mantêm no Japão, assim como 70% das instalações militares americanas no território japonês.

Da Agência EFE / Via Agência Kyodo.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •