Notícias

Exportações do Japão têm primeira queda em quase 2 anos

©Flickr/Yukikazeyo

As exportações japonesas foram afetadas pela guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

Atualizado em 24/10/2018


As exportações do Japão recuaram em setembro pela primeira vez em quase dois anos, segundo dados divulgados esta semana pelo Ministério de Finanças do país, indicando que a queda é devido ao declínio dos embarques para os Estados Unidos e China, o que provavelmente prejudicará o crescimento econômico no terceiro trimestre, aumentando assim as preocupações com o impacto da intensificação da guerra comercial entre Washington e Pequim.

Os dados foram divulgados na quinta-feira (18), dois dias após uma pesquisa da agência Reuters mostrar que um terço das empresas japonesas – não só exportadores – foram afetadas pelo conflito comercial entre as duas maiores economias do mundo, e que mais da metade estão preocupadas com as consequências em seus negócios.

As autoridades japonesas também permanecem cautelosas sobre o impacto econômico geral dos conflitos comerciais internacionais. Uma série de desastres naturais que atingiram o Japão aumentou a pressão sobre as fábricas, interrompendo a produção e a distribuição física.

Dados do Ministério das Finanças divulgados nesta quinta-feira mostraram que as exportações japonesas caíram 1,2% em setembro ante o ano anterior. Este foi o primeiro declínio desde novembro de 2016.

Em termos de volume, as exportações caíram 4,8% no ano até setembro, a primeira queda em sete meses.

As exportações do Japão para os Estados Unidos caíram 0,2% no ano até setembro, pressionadas pela queda dos embarques de máquinas para construção e mineração, autopeças e remédios.

Mundo-Nipo
Com Agência Reuters