Notícias

Japoneses evitam canudos reutilizáveis por causa da ‘limpeza’

Reprodução/Kyodo

Algumas pessoas no Japão avaliam que manter um canudo reutilizável é “problemático” por conta da dificuldade na hora de limpar o utensílio ecológico.

Um número crescente de restaurantes conscientes ambientalmente no Japão está eliminando os canudos de plástico ​​em favor dos reutilizáveis, que geralmente são ​de silicone e aço inoxidável, como forma de combater a crescente poluição global de lixo plástico.

Porém, embora os canudos reutilizáveis ​​estejam vendendo em várias lojas no país, sendo populares especialmente entre as mulheres jovens, algumas pessoas estão hesitantes em usá-los por achar complicado carrega-los ou simplesmente porque os canudos reutilizáveis ​“​são um aborrecimento” para limpar.

“Eu costumo levar meu próprio canudo para o trabalha todos os dias sem problemas”, disse Komomo Tamba, de 24 anos, funcionário de uma empresa em Tóquio.

Ele afirmou, à Kyodo News, que tem usado um canudo reutilizável de aço inoxidável nos últimos cinco meses. Isso despertou a curiosidade de sua família e amigos, alguns dos quais aderiram aos tais canudos.

O movimento global “anti-straw” (anti-canudo) foi inspirado em um vídeo que viralizou em 2015, no qual mostrava uma equipe de cientistas extraindo um canudo de plástico do nariz de uma tartaruga marinha.

Desde setembro do ano passado, a cadeia de lojas Loft, com sede em Tóquio, que vende artigos para o dia-a-dia, está estocando canudos reutilizáveis ​​e itens relacionados.

As vendas totais de canudos na rede Loft em setembro foram cerca de 4,3 vezes maiores que no mesmo período do ano passado, com canudos reutilizáveis ​​contribuindo significativamente para o salto. Muitos clientes estão comprando-os como presentes.

À medida que as vendas crescem, as variedades de canudo reutilizável aumentam. Muitos dos tipos mais recentes são convenientes para transportar, pois vêm com seu próprio estojo ou são dobráveis.

Além dos canudos de aço inoxidável, com preços a partir de 300 ienes (US$ 2,80), também existem canudos feitos com outros materiais, incluindo titânio, considerados melhores para quem sofre de alergias a metais.

Canudo reutilizável de aço inoxidável | Foto Rakutem.jp

Mas nem todos no Japão estão inclinados a comprar canudos reutilizáveis

“Acho que [canudos reutilizáveis] são bons porque são ecológicos, mas não conheço ninguém que os carregue por aí”, disse Hiromi Hattori, de 58 anos, dona de casa e residente na cidade de Otobe, em Hokkaido, no extremo norte do Japão.

“Quando eles [canudos reutilizáveis se tornarem populares, talvez eu considere comprar um”, disse Hattori.

Hina Maekawa, uma universitária de 22 anos residente da cidade de Sasaguri, na província de Fukuoka, no sudoeste do Japão, disse que usa seu próprio canudo de aço inoxidável há cerca de um ano.

Embora ela goste “da agradável frescura das bebidas”, é inconveniente carregar”, confessou Maekawa, explicando que precisa usar um pincel especial para limpar o canudo toda vez que termina de usá-lo.

Ela admite aceitar canudos de plástico quando está em um restaurante com amigos, simplesmente porque está tentando se encaixar com os que estão ao seu redor.

“Se mais escolas e grupos se unirem a esse movimento [canudo reutilizável], isso se tornará mais difundido na sociedade”, disse ela.

Empresas japonesas incentivadoras

Uma empresa que levou a questão a sério é a Sompo Japan Nipponkoa Insurance, sediada em Tóquio. A companhia parou de oferecer canudos de plástico no refeitório de sua sede desde outubro passado e insta os funcionários a levarem canudos reutilizáveis ​​para o trabalho.

Desde a imposição da proibição, a empresa estima que evitou o uso de cerca de 170.000 canudos descartáveis ​​em um ano.

Redes de restaurantes de estilo familiar, como a Gusto e Jonathan, proibiram todos os canudos de plástico desde junho passado. os clientes que desejam canudos, são fornecidos os biodegradáveis ​​feitos de milho ou papel.

Hideshige Takada, professor da Universidade de Agricultura e Tecnologia de Tóquio, especialista em poluição ambiental, disse que, “ à medida que mais pessoas usarem canudos reutilizáveis, outras pessoas serão motivadas a fazerem o mesmo, o que também servirá de incentivo à venda desses canudos nas lojas – um movimento que ajudará a reduzir o lixo plástico no planeta.”

“Mesmo que o impacto direto no problema geral de desperdício de pessoas que compram canudos reutilizáveis ​​seja mínimo, ele cria consciência, disse Takada, acrescentando que “os efeitos desse movimento serão altamente benéficos ao planeta”.

Da Kyodo News / Tradução e edição do Mundo-Nipo.com (MN).