Notícias

Japão e EUA iniciam pesados exercícios navais perto da península coreana

Navios japoneses e norte-americanos realizam manobras navais (Foto: NHK)

Exercícios são uma demonstração da cooperação entre os dois países contra a Coreia do Norte.

O Ministério da Defesa do Japão informou em comunicado, divulgado neste domingo (23), que dois destróieres da Força Marítima de Autodefesa do Japão iniciaram exercícios navais conjuntos com o grupo aeronaval norte-americano, chefiado pelo porta-aviões ‘USS Carl Vinson’, perto da península coreana.

“As manobras com a Marinha dos Estados Unidos começam no dia 23 de abril, na parte ocidental do Oceano Pacífico”, diz o comunicado.

Foi destacado que dos exercícios participarão os destróieres japoneses Ashigara e Samidare, que treinarão com o Carl Vinson e seu grupo “ações táticas de todo o tipo”. Os navios de guerra japoneses se juntaram hoje aos norte-americanos perto das Filipinas, de acordo com o texto.

Espera-se que, após as manobras, que durarão por vários dias, o grupo aeronaval norte-americano permaneça nas águas próximas à península coreana.

De acordo com o canal japonês ‘NHK’, para o Japão e EUA estes exercícios serão uma forte demostração da cooperação entre os dois países contra a Coreia do Norte.

Anteriormente, o canal ‘NBC’ havia informado que os EUA podem levar a cabo um ataque preventivo contra a Coreia do Norte para impedir a realização de mais um teste nuclear de Pyongyang.

Os EUA enviaram recentemente para a península da Coreia um grupo aeronaval de ataque encabeçado pelo porta-aviões USS Carl Vinson. A Coreia do Norte, tal como em muitas outras ocasiões, ameaçou Washington e seus aliados, ou seja, Japão e Coreia do Sul, com um ataque nuclear.

Mediante isso, o governo japonês instruiu a população com recomendações para o caso de um eventual ataque da Coreia do Norte com mísseis balísticos.

Fontes: Jornal Online Sputnik | NHK News Japan.