Notícias

Trem-bala N700S, o mais rápido do mundo e resistente a terremoto

N700S | Foto: JR Ailpass

O recém-lançado N700S trás tecnologias inovadoras Ele pode rodar até 360 km/h e é capaz de resistir terremotos.

O mais recente trem-bala do Japão não é apenas mais rápido e suave, uma vez que ele também é capaz de transportar passageiros com segurança em caso de terremoto. Estamos falando do N700S, que entrou em serviço no dia primeiro de julho e atende a linha Tokaido Shinkansen, que liga a Estação de Tóquio à Estação Shin-Osaka, em Osaka.

O super N700S (‘S’ significa ‘Supreme’) pode rodar até 360 quilômetros por hora, um novo recorde estabelecido durante um teste realizado em 2019, tornando-o um dos trens mais rápidos do mundo. A velocidade operacional, no entanto, será limitada a 285 quilômetros por hora.

Logotipo do N700S | Foto: JR Ailpass

É o primeiro novo modelo de Shinkansen (nome em japonês para trem-bala ou trem de supervelocidade) a ser adicionado à linha Tokaido Shinkansen pela Central Japan Railway (JR Central) em 13 anos, um lançamento originalmente programado para coincidir com as Olimpíadas de Tóquio que seria realizada em 2020, mas agora adiada para 2021 por causa da pandemia do coronavírus.

Por coincidência, o Japão inaugurou a linha Tokaido Shinkansen em 1964, conectando Tóquio e Osaka, bem a tempo dos Jogos Olímpicos de Tóquio no mesmo ano. Foi a primeira linha ferroviária de alta velocidade do mundo.

Tecnologia de ponta

Em termos de aparência, o N700S não parece muito diferente dos modelos mais antigos do N700 ou N700A, além do elegante logotipo dourado.

Mas olhando o super trem de frente, vê-se que ele tem um “nariz” mais angular, “bochechas” gordinhas e um design mais elegante dos faróis.

Design frontal do N700S | Foto: JR Ailpass
Design lateral frontal do N700S | Foto: JR Ailpass

A iluminação interior foi projetada para criar uma atmosfera mais suave e relaxante. As prateleiras de bagagem acima serão acesas em cada parada para lembrar os passageiros de seus pertences. Mais áreas de armazenamento somente para reservas de bagagem extra-grande também foram adicionadas a este modelo.

No interior, os assentos recém-projetados permitem que os passageiros se reclinem ainda mais, oferecendo mais conforto, especialmente para os passageiros de longa distância. Há ainda descanso regulável para os pés. Cada assento possui uma tomada individual de energia elétrica.

Interior do N700S | Foto: JR Ailpass

A viagem no N700S é muito mais silenciosa e suave, graças a um novo sistema de suspensão ativa que ajuda a absorver os movimentos do trem.

Além do foco no maior conforto, os designers por trás do novo modelo enfatizam muito a segurança, o que pode ser conferido no novo sistema de controle e freios automático atualizado, que permite parar mais rapidamente em caso de emergência.

Como se não bastasse, o super N700S tem um sistema de autopropulsão de bateria de íon de lítio – o primeiro do gênero no mundo. Esse sistema permite que o trem circule por uma curta distância sozinho durante uma falta de energia e permitirá que ele se mova para um local mais seguro em baixa velocidade se preso em uma área de alto risco – em uma ponte ou em uma túnel, por exemplo – durante um terremoto.

Também foram instaladas mais câmeras dentro dos compartimentos dos vagões – um aumento de duas câmeras para seis em cada vagão.

Os componentes atualizados ocuparão menos espaço sob o piso do trem em comparação com o modelo antigo, possibilitando uma configuração mais flexível, de quatro a 16 carros. Isso também diminui o consumo de energia enquanto acelera os tempos de produção, tornando-a uma opção mais atraente para os operadores internacionalmente.

“Ao tornar os mecanismos sob o piso do N700S mais leves e compactos, criamos um novo padrão”, disse Masayuki Ueno, vice-chefe do departamento de negócios de trens-bala da JR Central. “Esse novo padrão também ajudará quando se trata de expandir nossos negócios no exterior”, completou.

Mundo-Nipo (MN)
Fontes principais: Japan RailPass | CNN Travel.