Notícias

Oito norte-coreanos são resgatados na costa norte do Japão

O barco apresentava avarias na popa e no motor (Foto: Kyodo)

Os tripulantes e a embarcação avariada foram encontrados no porto de Yurihonjo, em Akita.

Autoridades japonesas resgataram oito supostos pescadores da Coreia do norte que chegaram em um barco avariado à um porto na província de Akita, no norte do Japão, alegadamente devido a uma avaria no motor, informou o governo do país nesta sexta-feira (24), segundo a imprensa local.

Os homens e a embarcação de madeira foram encontrados na noite de quinta-feira (23), depois que um morador ligou para a polícia dizendo ter avistado “gente suspeita” andando pela praia. Eles estavam atracados em uma marina no porto da cidade de Yurihonjo, em Akita.

A embarcação, de aproximadamente 20 metros de comprimento, apresentava sérios danos na popa, onde faltava quase toda a parte de trás do barco, enquanto os oito tripulantes foram encontrados em perfeito estado de saúde. Agora, eles se encontram sob custódia protetora de autoridades da imigração japonesa.

Os “náufragos” explicaram à imigração que estavam pescando quando o motor do barco apresentou problemas, tendo depois alcançado a costa japonesa após ficarem à deriva, indicou o ministro porta-voz do governo japonês, Yoshihide Suga.

O ministro adiantou que a repatriação dos supostos pescadores para a Coreia do Norte será possível “somente depois de concluída a investigação por autoridades da imigração, desde que em conformidade com os resultados da mesma”, afirmou Suga, acrescentando que está sendo analisado a hipótese de pesca ilegal, bem como espionagem.

O governo “responderá adequadamente”, prometeu o ministro durante conferência de imprensa nesta manhã em Tóquio.

Em 15 de novembro, a guarda costeira japonesa resgatou três pescadores norte-coreanos de um barco que naufragou no Mar do Japão, com 15 tripulantes a bordo.

Tóquio decidiu repatriar quase de imediato os três pescadores depois que os mesmos expressaram desejo de voltar ao país de origem.

Do Mundo-Nipo
Fontes: NHK World Japan | Kyodo News | ANN News.