Notícias

Premiê do Japão faz 1º discurso sobre políticas públicas

Foto: Arquivo / Sanspo

Suga discursou hoje no Parlamento, onde falou, pela primeira vez, sobre seus planos para atenuar a crise causada pelo coronavírus.

  • 132
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    134
    Shares

O primeiro-ministro do Japão, Suga Yoshihide, falou sobre políticas públicas em discurso realizado no Parlamento Japonês nesta segunda-feira (26). Com destaque para a crise desencadeada pelo novo coronavírus, o discurso foi o primeiro de Sugo voltado ao tema desde que foi empossado líder do país no mês passado.

“O número de casos confirmados [de Covid-19] teve acelerada elevação no final de junho, mas a propagação do contágio está em baixa desde então. No momento, porém, esta tendência vem diminuindo e a situação ainda é imprevisível”, disse o líder japonês.

“Vamos fazer todo o possível para prevenir um aumento explosivo de infecções, de modo a proteger a saúde e a vida da população. Também vamos restabelecer atividades sociais e econômicas e revitalizar a economia”, acrescentou.

O líder da terceira maior economia do mundo afirmou ainda que planeja intensificar a capacidade de vigilância a fim de possibilitar um restabelecimento seguro das atividades econômicas globais.

Segundo ele, o objetivo é autorizar, a partir do fim de novembro, o ingresso no país de 20 mil pessoas diariamente, principalmente de setores de negócios e de ensino.

Ele explicou que o governo tem dedicado esforços de modo a garantir um suprimento de vacinas suficiente para imunizar toda a população do país até o primeiro semestre de 2021.

Clima e Jogos de Tóquio

Sobre mudanças climáticas, Suga disse que o Japão tem por meta concretizar uma sociedade neutra em relação ao gás carbônico até 2050.

O primeiro-ministro reiterou a determinação de realizar de maneira segura os Jogos de Tóquio no próximo ano, cujo acontecimento estava programado para este ano, mas foi adiado em razão da pandemia.

Sabatina no Parlamento

Ainda nesta semana, Suga será sabatinado nas duas casas legislativas do Parlamento Japonês, o que irá acontecer de quarta-feira a sexta-feira. É provável que, além do coronavírus, a oposição concentre perguntas pertinentes a controvérsia recusa de Suga em nomear seis pesquisadores para o Conselho de Ciências — principal órgão acadêmico do Japão.

O período legislativo do Parlamento terá continuidade até 5 de dezembro.

Mundo-Nipo (MN)
Com NHK News.

  • 132
  •  
  •  
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
    134
    Shares