Notícias

Mulher é presa no Japão por destruir coleção de violinos do ex-marido

Foto: Huffington Post

Um total de 54 violinos foram destruídos, somando um prejuízo de cerca de R$ 4 milhões para o ex-marido, residente em Nagoya.

  • 27
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    27
    Shares

Uma mulher chinesa, de 34 anos, foi presa no Japão por destruir a coleção de violinos do ex-marido durante o divórcio dos dois. Segundo a agência de notícias ‘Kyodo’, o caso aconteceu em 2014, mas a mulher só foi presa na última terça-feira (25), justamente ao voltar da China para a cidade de Kyoto, ou Quioto, antiga capital japonesa.

De acordo a Kyodo News, um total de 54 instrumentos foram danificados, além de 70 arcos, somando um prejuízo de aproximadamente US$ 950 mil, cerca de R$ 4 milhões no câmbio atual (29 de janeiro de 2020).

O caso aconteceu em 2014, mas a mulher só foi presa ao voltar para o Japão, na última terça. Segundo a polícia, a chinesa, que não teve o nome divulgado, invadiu o apartamento do ex-marido em Nagoya, ou Nagoia, e destruiu os instrumentos.

O “crime” ocorreu em meio ao divórcio dos dois. O ex-marido, de 62 anos, seria um fabricante e colecionador de violinos.

Segundo a polícia local, o mais valioso instrumento entre os 54 destruídos seria um violino italiano avaliado em 50 milhões de ienes, cerca de R$ 1,9 milhão no câmbio de hoje (29).

Mundo-Nipo.com (MN)
Fonte: Kyodo News.

Notícia atualizada em 29/01/2020.

  • 27
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    27
    Shares