Notícias

Governo do Japão incentiva licença paternidade

Foto: Switch Kosodate

Governo japonês quer mais trabalhadores do sexo masculino tirando licença superior a um mês para cuidar de seus filhos.

O governo do Japão pretende incentivar funcionários federais a tirar licença paternidade por um prazo mais longo. A princípio, a ideia do governo é que os trabalhadores que tiveram filho entrem com pedido de licença superior a um mês.

A iniciativa tem como objetivo dar exemplo a governos municipais, bem como empresas privadas, para que mais trabalhadores do sexo masculino possam se sentir à vontade para tirar a licença e cuidar de seus filhos.

Foto: Hata Raku

Funcionários do governo central já têm o direito de licença maternidade ou paternidade até seus filhos completarem três anos.

No ano fiscal de 2018 a proporção de homens que tiraram licença chegou a 21,6%, excluindo membros das Forças de Autodefesa e outros que pertencem a categorias especiais de trabalho.

Esta foi a primeira vez que o número ultrapassou os 20%, embora 72% deles tenha tirado apenas um mês ou menos.

O governo pretende delinear procedimentos concretos até o fim deste ano.

Da NHK News / Tradução e edição do Mundo-Nipo.com (MN).