Notícias

Dólar interrompe sequência de três altas e fecha em queda de 0,78%

A queda foi influenciada pelas intervenções do BC do Brasil no câmbio.

Depois de três dias consecutivos de alta, o dólar fechou em queda ante o real nesta quinta-feira (30), um dia após o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) anunciar reduzir em mais US$ 10 bilhões os estímulos mensais à economia.

O dólar comercial encerrou o dia com desvalorização de 0,78%, cotado a R$ 2,4147 para a venda. Segundo dados da BM&F, o volume de negócios no dia ficou em torno de US$ 1 bilhão.

A queda do dólar nesta sessão foi um movimento de ajuste, após a valorização recente da moeda norte-americana. Nas últimas três sessões, o dólar acumulou alta de 1,49%.

Colaboraram com a queda da moeda norte-americana, ainda, as intervenções do Banco Central do Brasil (BC), que na véspera anunciou para sexta-feira a realização de leilão com compromisso de recompra para rolar contratos que vencem em fevereiro, equivalentes a US$ 2,3 bilhões, de acordo com o UOL Economia.

Ainda no contexto brasileiro, gerava instabilidade no mercado a briga antes da formação da Ptax de janeiro, taxa calculada pelo BC no último pregão do mês e que serve de referência para diversos contratos cambiais.

Neste sessão, os investidores ainda analisavam a decisão do Fed que, segundo o portal de notícias G1, confirmou na quarta-feira (29) a expectativa do mercado e anunciou mais um corte de US$ 10 bilhões no programa de compras mensais de ativos, a US$ 65 bilhões e indicando que manterá as taxas de juros baixas. A decisão deve reduzir ainda mais a quantidade de dólares em circulação no mundo.

Segundo analista do UOL, a redução vem em um momento de persistentes preocupações com a situação econômica brasileira e constante mau humor com mercados emergentes.

Atuações diárias do BC no mercado de dólar
O Banco Central manteve seu programa de intervenções diárias no câmbio, com as novas regras anunciadas em dezembro. Agora, em vez de 10 mil contratos de swap cambial tradicional (que equivalem à venda de dólares no mercado futuro), são ofertados 4.000 contratos diariamente.

Nesta quinta, o BC vendeu todos os contratos ofertados, com vencimento em 1º de setembro. A operação movimentou US$ 197,9 milhões. A autoridade monetária também ofertou contratos para 1º de dezembro, mas não aceitou nenhuma proposta.

Com a queda de hoje, a moeda norte-americana agora acumula alta de 0,7% na semana, enquanto a valorização no mês e no ano é de 2,43%.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Forex Pros | Investing.com.

%d blogueiros gostam disto: