Política

17 são presos por fraude eleitoral no Japão

Foram cometidas infrações como usar nome falso para votar, destruição de cartazes de campanha e informações falsas sobre os candidatos na internet.

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe vibrando após obter a maioria dos votos para a Câmara Alta do Parlamento (Foto: Aflo Images)

Shinzo Abe vibrando após obter a maioria dos votos para a Câmara Alta do Parlamento (Foto: Aflo Images)

A Agência Nacional de Polícia do Japão (NPA, na sigla em inglês) informou que 17 pessoas foram presas por violar as leis eleitorais durante o período de campanha eleitoral no Japão, informou a imprensa japonesa.

Segundo informou a emissora ‘TBS’, nesta terça-feira (23), um oficial da NPA disse que infrações como usar nome falso para votar mais de uma vez, vandalismo com destruição de cartazes de campanha, incluindo publicações com informações falsas sobre os candidatos na internet, foram cometidas antes e durante as eleições para Senadores na Câmara Alta do Parlamento.

Quanto ao uso das mídias sociais na campanha, a ANP revelou que, pela primeira vez, não foram encontrados casos de fraude, embora tenham sido relatados 23 alertas.

As eleições, que culminou no último domingo (21), foram vencidas pelo partido do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, que teve a maioria dos votos na Câmara Alta do Parlamento, segundo as pesquisas de boca de urna.

A vitória dá ao partido controle das duas casas do Parlamento e confere a Abe um mandato para continuar com seu ambicioso plano de crescimento econômico.

 

Para saber mais sobre Política, clique em mundo-nipo.com/politica. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário