Notícias Sociedade

Japão amplia para 3 anos visto de turistas brasileiros

Visto japonês (Foto: Stockvault)

Os brasileiros poderão viajar ao Japão de forma ilimitada, mas a permanência no país tem um limite de tempo por cada viagem. Entenda como funciona.

O Ministério das Relações Exteriores do Japão ampliou a duração do visto para turistas brasileiros, que agora terão direito a múltiplas entradas no país por um período de três anos.

A liberação terá início no próximo dia 15, e os brasileiros interessados em visitar o país poderão receber um visto com duração de três anos, o que permitirá viajar ao Japão de forma ilimitada. A permanência no país, no entanto, é de no máximo 30 dias por cada viagem.

A iniciativa do ministério tem como objetivo aumentar o número de turistas brasileiros, facilitar as viagens de negócios e fortalecer a economia do país, bem como reforçar as relações entre Japão e Brasil, que neste ano comemoram os “120 Anos de Amizade Japão-Brasil”.

Esse novo tipo de visto, no entanto, difere do visto de imigração, no qual o estrangeiro viaja ao país asiático na intenção de trabalhar. Embora o Japão seja notório pela xenofobia – limitando o tempo de permanência para trabalhadores de outros países -, a tétrica escassez de mão de obra obrigou o governo japonês a rever suas leis imigratórias para facilitar a entrada de mão de obra estrangeira.

Saiba mais
» Brasil oficializa isenção de visto para turistas de Japão e de mais 3 países
» Mais idosos, mais estrangeiros; entenda como o Japão está mudando
» Japão aprova lei que abre entrada a estrangeiros com baixa qualificação
» Japão abrirá 100 centros de apoio a trabalhadores estrangeiros

Atualização em 03/05/2019
Antes da nova regra, a emissão do visto japonês permitia ao brasileiro permanecer no Japão por até três meses. Depois desse prazo, o visto teria que ser renovado, ou seja, o visto valia apenas por noventa dias. Com a nova lei, o tempo de permanência reduziu para um mês, mas a validade ampliou para três anos.

MN – Mundo-Nipo.com
Fonte: Get News.