Sociedade

Tóquio está entre as melhores cidades do mundo para os jovens

Veja o resultado de um estudo que avaliou quais as cidades mais preparadas para dar aos jovens tudo o que necessitam.

Do Mundo-Nipo


 

A quantidade de jovens no planeta é a maior de todos os tempos, de acordo com um estudo conduzido pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), revelando que, das 7,3 bilhões de pessoas hoje no mundo, mais de 1,8 bilhão têm entre 10 e 24 anos de idade.

Pensando nisso, a consultoria Decode realizou uma pesquisa chamada Youthful Cities, na qual avaliou quais as cidades estão verdadeiramente preparadas para dar aos jovens tudo o que desejam. O estudo está em sua primeira edição e avaliou 25 cidades de diferentes regiões do globo.

Para a produção do ranking, a consultoria contou com a ajuda de jovens locais com idades entre 15 e 29 anos. Foram eles que avaliaram suas cidades em 16 categorias como a participação cívica, diversidade, transporte e vida noturna, além de 80 diferentes indicadores. A partir dos pontos obtidos nestas categorias, foi então ponderada a nota final.

Veja a classificação geral das 25 cidades, incluindo quais categorias as 10 melhores classificadas se destacaram:

1º Toronto (Canadá)
Pontuação geral: 843.45
Segundo o estudo, esta é a melhor cidade do mundo para os jovens. Além de líder na classificação geral, Toronto consta entre os primeiros colocados nas seguintes categorias: Diversidade, Acesso Digital, Empregos, Acesso Financeiro, Status Econômico, Comida e Vida Noturna, Moda e Arte e Espaços Públicos, Esportes e Games.

2º Berlim (Alemanha)
Pontuação geral: 836.44
Segunda colocada geral, a capital alemã liderou ainda a pesquisa nas categorias Transporte e Música e Filmes.

3º Nova York (EUA)
Pontuação geral: 831.98
Entre as cidades da América do Norte e da Europa, revelou o estudo, Nova York foi a melhor colocada na categoria Participação Cívica e terminou na segunda posição geral em Empregos.

4º Dalas (EUA)
Pontuação geral: 784.06
A cidade do Texas foi a primeira colocada na categoria Espaços Públicos, Esportes e Games e terminou em segundo lugar na categoria Empreendedorismo.

5º Paris (França)
Pontuação geral: 775.25
A capital francesa foi a primeira colocada nas categorias Acesso Digital e Moda e Arte.

6º Chicago (EUA)
Pontuação geral: 774.53
Entre as 16 categorias avaliadas, Chicago ficou entre as cinco melhores cidades em 8 delas, sendo a segunda melhor em Espaços Públicos, Esportes e Games.

7º Londres (Reino Unido)
Pontuação geral: 762.40
Segundo lugar em Diversidade, a capital britânica é a líder entre as cidades europeias na categoria Sustentabilidade.

8º Los Angeles (EUA)
Pontuação geral: 754.39
A californiana Los Angeles foi eleita a melhor na categoria Empreendedorismo.

9º Tóquio (Japão)
Pontuação geral: 735.91
A cidade do Japão ficou classificada como a melhor nas categorias Status Econômico e Mercado de Trabalho.

10º Seul (Coreia do Sul)
Pontuação geral: 723.59
A sul-coreana ficou na primeira colocação na categoria Sustentabilidade.

11º Buenos Aires (Argentina)
Pontuação geral: 714.03
Melhor colocada entre as capitais da América Latina, Buenos Aires ficou em terceiro nas categorias Transporte e Sustentabilidade.

12º Cidade do México (México)
Pontuação geral: 672.24
A capital do México ficou em 12º lugar geral, mas foi a primeira colocada em Acesso à Educação.

13º Roma (Itália)
Pontuação geral: 667.34
A categoria na qual a cidade italiana teve o melhor desempenho foi em Acesso a Serviços Financeiros. De acordo com o estudo, ela é a terceira no indicador que avalia a quantidade de bancos disponíveis ao público.

14º Joanesburgo (África do Sul)
Pontuação geral: 663.98
Joanesburgo ficou na sexta posição geral na categoria Diversidade.

15º Lima (Peru)
Pontuação geral: 655.44
A capital do Peru ficou em segundo lugar na categoria Participação Cívica e primeiro em Segurança e Saúde Mental.

16º Mumbai (Índia)
Pontuação geral: 647.82
Dentre as cidades avaliadas, Mumbai está entre as que têm o menor índice de suicídio. Além disso, terminou em quarto lugar na categoria Participação Cívica.

17º São Paulo (Brasil)
Pontuação geral: 646.97
Única representante brasileira na lista, São Paulo ficou em terceiro em Participação Cívica e sétimo em Diversidade.

18º Bogotá (Colômbia)
Pontuação geral: 623.41
As categorias nas quais Bogotá mais se destacou foram Sustentabilidade (4º lugar) e Empreendedorismo (9º lugar).

19º Istambul (Turquia)
Pontuação geral: 610.26
A cidade terminou em sexto lugar na categoria Segurança e Saúde Mental e ficou na 13ª posição em Participação Cívica.

20º Xangai (China)
Pontuação geral: 583.84
Xangai foi eleita a quinta melhor na categoria Espaços Públicos, Esportes e Games, além de ser a cidade com a menor taxa de desemprego.

21º Cairo (Egito)
Pontuação geral: 579.57
Em terceiro lugar na categoria Empregos, Cairo ficou ainda na décima posição em Status Econômico.

22º Manila (Filipinas)
Pontuação geral: 564.67
Manila ficou em segundo lugar na categoria Sustentabilidade.

23º Lagos (Nigéria)
Pontuação geral: 540.63
Lagos ficou em quarto lugar na categoria Empreendedorismo e em décimo em Participação Cívica.

24º Nairóbi (Quênia)
Pontuação geral: 434.24
Nairóbi é outra que detém uma das menores taxas de suicídio e ficou na quarta posição em Participação Cívica. É também a cidade com a maior percentagem de jovens em sua população.

25º Kinshasa (República Democrática do Congo)
Pontuação geral: 331.95
Dentre as 25 cidades, Kinshasa é a detentora dos menores índices de emissão de carbono per capita e é a 18ª em Empreendedorismo.

Fonte: Revista online Exame.com.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta