Curiosidades Sociedade

Agulha é encontrada em supositório vendido em farmácia no Japão

O paciente percebeu a existência da agulha antes de “usar o medicamento”.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

A polícia japonesa está investigando um possível caso criminoso envolvendo uma medicação fabricada pela Novartis Pharma, um laboratório reconhecido internacionalmente. Trata-se do supositório Voltarem, receitado a um paciente que encontrou uma pequena agulha no interior da medicação comprada em uma farmácia na cidade de Saitama, no leste do Japão.

 

Agulha é encontrada dentro de supositório (Fotos: Reprodução)

O paciente percebeu a existência da agulha antes usar o medicamento (Fotos: Reprodução)

 

O paciente percebeu a existência da agulha antes de fazer uso do medicamento, e comunicou a farmácia onde efetuou a compra, no dia 12 de abril. O incidente então foi relatado à polícia de Saitama e ao laboratório responsável pela fabricação do supositório.

Em um comunicado a imprensa, publicado na segunda-feira (14), a Novartis afirma que “não existe a possibilidade de que uma agulha tenha sido colocada acidentalmente no processo de produção ou de embalagem”. Com base nisso, o renomado laboratório diz acreditar que o objeto encontrado no medicamento de sua fabricação tenha sido “deliberadamente introduzido por alguém”.

Entretanto, como se trata de um problema externo, a fabricante avisa que não irá recolher o lote do qual o supositório afetado pertence.

A Novartis também fez um alerta aos pacientes para que não usem qualquer tipo de medicamento que apresentem anormalidade na embalagem.

Para ler o comunicado na íntegra, acesse o website da Novartis Pharma KK (em japonês).

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta