Notícias Sociedade

Kane Tanaka, pessoa mais velha do mundo, morre aos 119 anos

Kane Tanaka em setembro de 2020 | ©Kyodo
Kane em 2020 | ©Kyodo

Kane era carismática, inteligente e ativa. Ela gostava de jogo de tabuleiro e estudar matemática. A simpática anciã deixa saudades …

Atualizado em 28/04/2022

A japonesa Kane Tanaka, reconhecida como a pessoa mais velha do mundo, faleceu aos 119 anos na cidade de Fukuoka, no sudoeste do Japão, anunciou hoje (25) o governo local, acrescentando que a data do falecimento de Kane foi em 19 de abril, informou a Kyodo News.

Nascida em 2 de janeiro de 1903, em Fukuoka, a anciã vivia em uma casa de repouso local. Ela se tornou a pessoa mais longeva do planeta após a morte de morte de Chiyo Miyako, também japonesa, que faleceu em julho de 2019, aos 117 anos de idade.

Inteligente e ativa

Kane possuía ótimas faculdades mentais mesmo com a idade amplamente avançada. Suas diversões preferidas eram estudar matemática e praticar caligrafia, além de jogar um clássico e intrincado jogo de tabuleiro chamado Reverse, no qual muitas vezes superava a equipe da casa de repouso onde vivia.

Um vídeo divulgado no dia em que foi oficializada como a mulher viva mais longeva da história do Japão mostra Kane celebrando seu título de supercentenária. Ela comemorou saboreando pequenas barras de chocolate e bebendo Coca-Cola, seu doce e refrigerante preferido.

Em 2020, ela foi convidada para participar do revezamento da tocha dos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2021. A ideia era que a vigorosa anciã carregasse a tocha em uma cadeira de rodas por um percurso de poucos metros, mas a pandemia impediu sua presença.

Kane passou por 5 eras imperiais e 2 bombas atômicas

Esta super-centenária nasceu no ano em que os irmãos Wright realizaram o seu primeiro voo de avião bem-sucedido. No mesmo ano, Marie Curie se tornou a primeira mulher a vencer um Prêmio Nobel.

Kane testemunhou a sucessão de cinco eras imperiais no Japão: Meiji, Taisho, Showa, Heisei e Reiwa. Além disso, a anciã vivenciou duas guerras mundiais, bem como os horrores de duas bombas atômicas.

Construção familiar e profissional

Sétima de nove irmãos, Kane casou aos 19 anos e geriu o restaurante de noodles da família quando o marido e o filho mais novo foram enviados para a guerra do Pacífico, que teve início em 1937. Quando o marido regressou, ambos se converteram ao cristianismo e passaram a gerir um restaurante de bolos de arroz.

Kane atribuía sua longevidade a “comer comida gostosa e a aprender”.

A simpática idosa deixou cinco netos e oito bisnetos, segundo relatos da família ao Guinness na ocasião em que foi reconhecida como a pessoa viva mais velha do mundo.

Japonesa Kane Tanaka Foto Guinness Via Kyodo 900x600 02
Kane Tanaka em março de 2019, quando recebeu o certificado do Guinness como a pessoa viva mais velha do mundo| © Guinness / Kyodo

Com a morte de Kane, a pessoa mais velha do mundo passou a ser Lucile Randon, uma francesa de 118 anos e 73 dias, de acordo com o Gerontology Research Group, que rastreia “supercentenários” globalmente.

Por sua vez, no Japão, o título de pessoa mais velha passou para Fusa Tatsumi, uma mulher de 115 anos que mora em Kashiwara, na província de Osaka, disse o Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão.

Longevidade japonesa

O Japão já registrou vários recordes de pessoas mais longevas do mundo. O homem que chegou à idade mais avançada no planeta foi o japonês Jiroemon Kimuro, que faleceu em 12 de junho de 2013 aos 116 anos.

Já entre as mulheres, o recorde de pessoa viva mais velha do mundo é da francesa Jeanne Calment, que morreu em 1997, aos 122 anos e 164 dias.

== Mundo-Nipo (MN)

(Visited 3 times, 1 visits today)