Notícias

Kane Tanaka é reconhecida como a pessoa viva mais velha da história do Japão

Kane Tanaka em 19/09/2020 | Foto: Reprodução MN

Kane se tornou a pessoa mais velha da história japonesa ao completar 117 anos e 261 dias. Ela também é a mais longeva do planeta.

  • 721
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
    722
    Shares

A japonesa Kane Tanaka, de 117 anos e 8 meses, foi se tornou a pessoa viva mais velha já registrada na história do Japão, segundo cálculos do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social do país. A anciã também é reconhecida, desde março de 2019, como a pessoa viva mais velha do mundo pelo Livro Guinness dos Recordes (Guinness World Records).

O intento foi alcançado no sábado (19), quando Kane completou a idade de 117 anos e 261 dias. Mediante isso, o ministério aponta que a centenária é agora um dia mais velha que a ex-detentora do recorde japonês, Tajima Nabi, que faleceu em 2018.

Nascida em 2 de janeiro de 1903 na cidade de Fukuoka, na região sudoeste do Japão, a anciã vive atualmente em uma casa de repouso local.

Kane se tornou a pessoa mais longeva do planeta após a morte da também japonesa Chiyo Miyako, falecida em julho do ano passado, aos 117 anos de idade.

Em 2019, Kane Tanaka recebeu o certificado do Guinness, que a reconheceu a anciã como a pessoa viva mais velha do mundo | Foto: Guinness / Via Kyodo

Seus familiares indicaram que atualmente não podem visitá-la com frequência devido à pandemia do coronavírus. Contudo, eles informaram que ela está em boa forma e que pretende continuar saudável até os 120 anos ou mais.

Inteligente e ativa

Kane possui ótimas faculdades mentais para a idade amplamente avançada. Uma de suas diversões preferidas é “estudar matemática”, um hábito que ainda consegue manter, além de jogar um clássico jogo de tabuleiro, no qual muitas vezes supera a equipe da casa de repouso onde vive.

Um vídeo divulgado no dia que foi confirmada como a mulher viva mais longeva da história do Japão, mostra Kane celebrando seu título de supercentenária. Ela comemorou saboreando pequenas barras de chocolate e bebendo Coca-Cola, seu refrigerante preferido.

O vídeo também mostra Kane respondendo de forma incrivelmente lúcida, e graciosa, algumas perguntas feitas pelos funcionários da casa de repouso. Ela falou sobre sua adoração por chocolate e refrigerante, além de seu desejo de visitar os Estados Unidos.

5 eras imperiais e 2 bombas atômicas

Esta super-centenária nasceu no ano em que os irmãos Wright realizaram o seu primeiro voo de avião bem-sucedido, e testemunhou a sucessão de cinco eras imperiais no Japão: Meiji, Taisho, Showa, Heisei e Reiwa.

Além disso, a anciã vivenciou duas guerras mundiais, bem como os horrores de duas bombas atômicas.

Construção familiar e profissional

Sétima de nove irmãos, Kane casou aos 19 anos e geriu o restaurante de noodles da família quando o marido foi enviado para a guerra do Pacífico. Quando este regressou, ambos se converteram ao cristianismo e passaram a gerir um restaurante de arroz.

A simpática idosa tem cinco netos e oito bisnetos, segundo relatos da família ao Guinness na ocasião em que foi reconhecida como a pessoa viva mais velha do mundo.

Longevidade japonesa

O Japão já registrou vários recordes de pessoas mais longevas do mundo. O homem que chegou à idade mais avançada no planeta foi o japonês Jiroemon Kimuro, que faleceu em 12 de junho de 2013 aos 116 anos.

Já entre as mulheres, o recorde de pessoa viva mais velha do mundo é da francesa Jeanne Calment, que morreu em 1997, aos 122 anos e 164 dias.

Mundo-Nipo (MN)
Fontes: Kyodo News | NHK News | The Mainichi.

  • 721
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
    722
    Shares