Sociedade

Dois terços das empresas no Japão empregam trabalhadores até 65 anos

A proporção de empresas japonesas em que os funcionários podem trabalhar até 65 anos aumentou 17,7 pontos, para um recorde de 66,5%.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

A proporção de empresas japonesas em que todos os funcionários podem trabalhar pelo menos até a idade de 65 anos aumentou 17,7 pontos percentuais em relação ao ano anterior, para um recorde de 66,5%, mostraram dados do governo na última quarta-feira.

O forte aumento veio depois de uma revisão da lei que obriga as empresas a manter o emprego desses trabalhadores, que entrou em vigor em abril. A revisão foi implementada porque o governo pretende elevar gradualmente a idade de partida para receber benefícios de pensão.

A participação saltou 24,6 pontos, passando para 48,9% nas empresas com 301 ou mais empregados, enquanto empresas com 300 ou menos funcionários subiu 16,8 pontos, para 68,5%, de acordo com os dados do Ministério do Trabalho.

Em empresas com aposentadoria compulsória aos 60 anos, um total de 366.755 pessoas atingiu a idade de aposentadoria até o final de maio deste ano. Entre eles, 76,5% continuaram efetivados por suas empresas, enquanto 22,3% preferiram não continuar trabalhando e 1,2% não foi aproveitado.

A proporção de empresas em que os funcionários a partir de 70 anos poderiam continuar a trabalhar foi de 18,2%, queda de 0,1 ponto.

O ministério realizou a pesquisa em junho, cobrindo cerca de 140 mil empresas com mais de 31 empregados.

As informações são da agência Kyodo e do jornal Jiji Press

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta