Economia

Índice de preços ao consumidor no Japão desacelera pelo 5º mês seguido

O índice perdeu força em dezembro e desacelerou ao seu menor nível em um ano e meio.

Do Mundo-Nipo com Agências

O núcleo da inflação japonesa ao consumidor desacelerou pelo quinto mês consecutivo, perdendo força em dezembro e atingindo o seu menor nível de crescimento em um ano e meio, conforme dados divulgados pelo governo japonês nesta sexta-feira (30), indicando, mais uma vez, que a desaceleração é resultado da queda global nos preços do petróleo.

O núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês), que exclui os preços voláteis dos alimentos frescos, mas inclui derivados do petróleo, avançou 2,5% no acumulado do ano de 2014, contrariando a estimativa mediana de analistas, que previam aceleração de ao menos 2,6%.

Mas se descontados os efeitos do aumento do imposto sobre o consumo em abril passado e os preços dos alimentos, o núcleo do CPI avançou 0,5% em dezembro ante o mesmo mês em 2013, uma desaceleração ante o aumento de 0,7% registrado em novembro, na mesma comparação. Essa foi a leitura mais fraca desde junho de 2013 e ficou abaixo da previsão de analistas, que previam um aumento de 0,6%.

Os resultados do CPI marcam mais um revés para os esforços do primeiro-ministro Shinzo Abe de acelerar a inflação no Japão, depois de mais de uma década de queda dos preços.

Economistas, no entanto, avaliam que os números não são necessariamente ruins para o governo de Abe. Isso porque a causa do declínio é clara e a energia mais barata poderá estimular os investimentos na economia.

(Com informação das Agências Estado e Kyodo)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*