Esportes

Japão fatura mais dois ouros no judô dos Jogos do Rio

Mashu Baker comemora a vitória sobre Varlam Liparteliani na final da categoria até 90 quilos (Foto: Pool/International Judo Federation)

Os judocas japoneses conquistaram as duas medalhas de ouro em disputa neste quinto dia de competição.

Japão chegou aos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro com meta de conquistar o mínimo de cinco ouros no judô, o que também era esperado da tradicional escola japonesa após o fiasco nos Jogos de Londres 2012, quando não conseguiu nenhum ouro. Nesta quarta-feira (10), porém, a potência do judô mundial confirmou que está recuperada ao conquistar as duas medalhas de ouro que estavam em disputa neste quinto dia de competição.

O público presente na Arena Carioca 2 se rendeu aos médios Mashu Baker e Haruka Tashimoto, que foram soberanos nas categorias até 90 quilos e até 70 quilos, respectivamente.

O primeiro ouro do dia foi no feminino, em que Tashimoto superou a colombiana Yuri Alvear na final para subir no pódio mais alto. Nos Jogos de Londres, Tashimoto sequer havia conseguido uma medalha, perdendo luta na repescagem, depois de ter sucumbindo nas quartas de final.

Os bronzes da competição, em que a judoca brasileira Maira Portela foi eliminada precocemente pela manhã, ficaram com a britância Sally Conway, que derrotou a austríaca Bernadette Graf, algoz da brasileira, e a alemã Laura Vargas Koch.

No masculino, Mushu Baker, de apenas 21 anos e estreante em Jogos Olímpicos, superou na final o georgiano Varlam Liparteliani, graças a um yuko. No terceiro lugar do pódio, subiram juntos o chinês Xunzhao Cheng e o sul-coreano Donghan Gwak, atual campeão mundial.

Ao todo, o Japão já arrebatou três dos dez ouros entregues no judô até agora, além de seis bronzes. O primeiro ouro veio na última segunda-feira, na categoria leve masculina, até 73kg, com Shohei Ono.

Fontes: Rio 2016 | Agência EFE.

Comentários