Meio ambiente e Energia Notícias

Toyota Prius vai integrar frota de órgãos federais do Brasil

O híbrido Prius, que foi cedido pela Toyota em regime de comodato, será utilizado pelos órgãos federais durante a “Operação Ar Puro”, até a Copa de 2014.

Do Mundo-Nipo

A Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal (GDF) anunciou que o Prius, um dos carros híbridos mais vendidos da Toyota, irá integrar a frota dos órgãos federais a partir da próxima segunda-feira.

 

Toyota Prius (Foto: Ibram/Divulgação)

O híbrido Prius será utilizado pelos órgãos federais durante a “Operação Ar Puro”, até a Copa de 2014 (Foto: Ibram/Divulgação)

 

A iniciativa é fruto de parceria entre a fabricante japonesa, que cedeu o carro híbrido em regime de comodato, com órgãos ambientais do DF. O objetivo é difundir tecnologias alternativas que reduzam o consumo de combustível, como também promover uma ação educativa com os condutores de veículos movidos a diesel, informando sobre a importante relação entre a manutenção desses automóveis e a qualidade do ar.

A apresentação do Prius à população será no lançamento da “Campanha Ambiental no Trânsito”, na segunda-feira (7). A campanha faz parte do programa “Operação Ar Puro”, uma iniciativa do Governo do Distrito Federal em conjunto com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e o Instituto Brasília Ambiental (Ibram).

“A partir da parceria estabelecida entre a Toyota do Brasil e os órgãos ambientais do DF, as ações passam a contar com o apoio do veículo híbrido Prius, cedido pela montadora. O veículo, que funciona com um motor elétrico e outro a combustão, será utilizado pelos órgãos na Operação Ar Puro até a Copa de 2014. Ao todo, em todo o país, cerca de 15 veículos serão cedidos por empréstimo”, diz o comunicado da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal (GDF) em seu site oficial.

Veja todo o comunicado na íntegra.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*