Meio ambiente e Energia

Nível recorde de radiação é detectado em peixe capturado em Fukushima

O nível detectado equivale a 7,4 mil vezes o limite padrão que o governo japonês considera seguro para o consumo.

Do Mundo-Nipo

Momento em que o tsunami atingiu a usina de Fukushima Daiichi (Foto: Divulgação da Tepco)

Momento em que o tsunami atingiu a usina de Fukushima Daiichi (Foto: Divulgação da Tepco)

Níveis recordes de césio radioativo foram detectados em um peixe capturado em águas próximas a danificada usina de energia nuclear Fukushima Daiichi. A operadora da central nuclear, a Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco), afirmou na sexta-feira (15) que detectou uma taxa de césio radioativo de 740 mil becquerels por quilo, equivalente a 7,4 mil vezes o limite padrão que o governo japonês considera seguro para o consumo.

O peixe, um greenling medindo cerca 38 centímetros de comprimento e pesando 564 gramas, foi capturado em 21 de fevereiro durante uma operação de limpeza da Central para remoção de peixes próximos a entrada do porto, de acordo com a agência japonesa Kyodo News.

A Tepco instalou uma rede no leito marinho do porto de saída de Fukushima a fim de impedir que os peixes, que vivem próximos aos sedimentos radioativos, contaminem outros lugares.

O recorde anterior de contaminação radioativa fora de 25,8 mil becquerels por quilo, detectados em peixes capturados em agosto de 2012.

 

Veja mais notícias sobre Meio Ambiente em mundo-nipo.com/meio-ambiente-e-energia. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários