Notícias

Michel Temer viaja para o Japão após visita à Índia

Foto: Reprodução/Rede Globo TV

A previsão é de que Temer desembarque em Tóquio nas primeiras horas de terça-feira.

O presidente do Brasil, Michel Temer, embarcou em um voo para o Japão na manhã desta segunda-feira (17), um dia depois de participar de um importante encontro de cúpula realizado na Índia.

A chegada do líder brasileiro ao país está prevista para as primeiras horas de terça-feira (18), onde terá, ao longo do dia, reuniões com a embaixada brasileira em Tóquio.

Esta será a primeira visita de um chefe de Estado brasileiro ao país asiático em 11 anos. Em novembro de 2015, a então presidente Dilma Rousseff chegou a marcar uma viagem ao Japão, mas a cancelou, o que gerou um mal-estar diplomático.

Segundo a agenda de Temer no país asiático, no dia 19 está previsto uma reunião com o imperador Akihito, no Palácio Imperial pela manhã. Depois, o presidente terá um almoço com empresários brasileiros e japoneses, no qual tentará atrair investimentos estrangeiros para o Brasil.

Já no dia 20, último dia da viagem internacional, Temer deverá se reunir com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, para, em seguida, embarcar de volta ao Brasil. A previsão é que o presidente chegue à Brasília na sexta (21).

Segundo a embaixada japonesa, atualmente, cerca de 700 empresas nipônicas têm negócios no Brasil. “A visita do presidente Temer significa uma expansão das relações e a promoção de cooperações políticas, econômicas, tecnológicas, esportivas e de Defesa”, afirmou Fujimura.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, cerca de 180 mil brasileiros vivem no Japão. No ano passado, o intercâmbio comercial entre ambos os países foi de US$ 9,7 bilhões e os investimentos diretos japoneses no Brasil alcançaram US$ 2,8 bilhões, informou.

Temer na Índia
Na manhã desta segunda-feira, no horário local de Goa, na Índia, o presidente Michel Temer se reuniu com o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, e empresários de ambos os países. Na ocasião, Temer afirmou que o Brasil passa por um “processo de transformação” e citou a PEC do teto, que limita o aumento dos gastos públicos pelos próximos 20 anos.

No sábado (15) e no domingo (16), Temer participou do encontro da cúpula do Brics (grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). No encontro, o Temer enfatizou que a economia brasileira está se recuperando e que o país adotou medidas de responsabilidade fiscal para conter o rombo nos cofre públicos.

Aos chefes de Estado dos demais países do grupo, o presidente afirmou que o Brasil começa a “entrar nos trilhos”.

Fonte: Rede Globo TV/Bom Dia Brasil | Portal G1.

Comentários