Notícias

Explosões em parque no Japão deixam um morto e 3 feridos

Três explosões quase simultâneas aconteceram em localizações distintas no parque (Foto: Asahi)

A polícia acredita que um possível suicídio foi a causa das explosões.

Atualizado em 23/10/2016 – 08h57


Três explosões quase simultâneas ocorridas neste domingo (23) em um parque da cidade de Utsunomiya, no nordeste do Japão, deixaram um morto e pelo menos três feridos. A polícia local acredita que o suicídio de um ex-soldado, de 72 anos, possa ser a causa das explosões, informou a imprensa japonesa.

De acordo com a emissora estatal japonesa ‘NHK’, as explosões aconteceram por volta das 11h30 local (0h30 em Brasília) ao redor de um parque no qual se realizava um festival tradicional.

A ‘NHK’ informou que três explosões aconteceram em localizações distintas e mostrou imagens de um carro completamente queimado e uma casa destruída pelo fogo. Uma das explosões ocorreu no estacionamento de bicicletas dentro do parque, onde a equipe de resgate encontrou o corpo de um homem totalmente queimado.

A agência de notícias ‘Kyodo’ indicou que três pessoas ficaram feridas. Dois homens, de 64 e 68 anos, em estado grave. Já o canal ‘Asahi’ indicou que várias pessoas sofreram ferimentos leves, atingidas por estilhaços desferidos pelas explosões, que ocorreu durante um festival no parque. O evento foi cancelado.

A ‘NHK’ exibiu imagens de uma equipe dos bombeiros ao redor de um carro em chamas, que explodiu e atingiu outros dois veículos. A Polícia foi ao parque após receber um telefonema de alguém afirmando que viu uma pessoa envolvida em chamas.

Uma das explosões ocorreu em um estacionamento de carros próximo ao local, enquanto duas aconteceram dentro do parque, sendo uma em um bicicletário, detalha a ‘NHK’.

Possível suicídio foi causa das explosões
O jornal ‘The Asahi Shimbun’ informou que autoridades locais revelaram que o corpo encontrado era uma homem de 72 anos, ex-membro das Forças de Autodefesa (Exército) do Japão. Ele  era residente de Utsunomiya, cidade localizada 100 km ao norte de Tóquio.

De acordo com a ‘NHK’, a polícia encontrou uma carta de despedida do homem e acredita-se que o carro e a casa que queimaram eram de sua propriedade. Com base nisso, os investigadores passaram a tratar o caso como possível suicídio, acreditando ainda na hipótese de que as três explosões estariam conectadas.

A Polícia foi ao parque após receber um telefonema de alguém afirmando que viu uma pessoa envolvida em chamas, detalhou a ‘NHK’.

Perto de lá, em um estacionamento, vários carros queimaram após ser ouvida uma segunda explosão entorno da mesma hora, embora os bombeiros tenham confirmado que ninguém ficou ferido.

Comentários