Notícias

Déficit comercial do Japão encolhe fortemente em 2015

©Flickr/Yukikazeyo

A margem pela qual as exportações superam as importações recuou quase 80% em 2015 ante 2014.

A balança comercial do Japão, ou a margem pela qual as exportações superam as importações, registrou déficit pelo quinto ano consecutivo, mas seu valor recuou 77,9% em 2015 na comparação com 2014, chegando a 2,83 trilhões de ienes (US$ 23,9 bilhões) de saldo negativo, informou nesta segunda-feira (25) o governo do país, indicando que o forte recuo reflete, principalmente, uma queda acentuada nas importações devido aos baixos preços do petróleo.

Impulsionadas pelos embarques de automóveis para os Estados Unidos, as exportações aumentaram 3,5% no ano passado, para 75,63 trilhões de ienes, enquanto as importações despencaram 8,7%, para 78,46 trilhões de ienes, de acordo com o relatório preliminar do Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI).

É a primeira vez que Japão registra retração no déficit comercial desde que o país foi atingido pelo terremoto e tsunami em 2011, que devastou o nordeste do país e atingiu a usina nuclear de Fukushima e provocou a pior crise nuclear desde Chernobyl, em 1986. Por medida de segurança, o desastre nuclear obrigou o governo central a ordenar o fechamento de todos os reatores atômicos do país, o que prejudicou drasticamente a produção industrial japonesa, principalmente o setor automobilístico e, por conseqüência, as exportações manufatureiras.

O pico do déficit comercial japonês ocorreu em 2014, ano em que o país registrou 12,82 trilhões de ienes de saldo negativo, o maior desde que dados comparáveis ​​se tornaram disponíveis, em 1979.

Por outro lado, as exportações caíram 8% em dezembro em relação ao mesmo mês de 2014, para 6,338 trilhão de ienes, após um declínio de 3,3% em novembro. Segundo o Ministério de Finanças, o terceiro recuo seguido pode ser atribuído à demanda mais fraca por aço e semicondutores vinda do exterior, sobretudo de países da Ásia e, particularmente, da China.

As exportações medidas em volume caíram 4,4% em dezembro de 2015 ante um ano antes, marcando o sexto mês seguido de retração. Já as importações recuaram 18% na mesma base de comparação, para 6,197 trilhões de ienes, o que marca o 12º declínio mensal consecutivo.

Com isso, a balança comercial do Japão chegou a um superávit de 140,2 bilhões de ienes.

Na comparação mensal, no entanto, as exportações em dezembro recuaram 3,8% frente a novembro. Economistas privados e o Banco do Japão têm dado mais atenção ao dado da comparação mensal, que tem os valores sazonalmente corrigidos, para medir as tendências das exportações, que respondem por 18% do Produto Interno Bruto (PIB) do Japão.

Fontes: Agência Kyodo | Valor Online.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários