Política

Abe pretende se reunir como nova presidente da Coreia do Sul

Premiê do Japão deverá visitar a Coreia do Sul em fevereiro.

Do Mundo-Nipo

Shinzo Abe 002 (Foto: Nippon News)

Shinzo Abe, primeiro-ministro do Japão (Foto: Nippon News)

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, pretende visitar a Coreia do Sul em fevereiro para melhorar as relações bilaterais.

Na última sexta-feira, contudo, o premiê japonês expressou descontentamento com a recusa de Seul em extraditar o chinês suspeito de incendiar um santuário japonês.

Abe enviou ontem Fukushiro Nukaga, ex-ministro, como enviado especial para a Coreia do Sul, como forma de preparar sua ida ao país.

As relações diplomáticas entre os dois países foram balançadas devido a disputa territorial pelas ilhas Takeshima, conhecidas na Coreia do Sul como Dokdo, localizadas no Mar do Japão.

Nukaga entregou uma carta do premiês japonês diretamente a nova presidente sul-coreana, Park Geun-hye.

Quando se reunirem, os dois líderes deverão discutir a recusa do tribunal de Seul de extraditar o suspeito de incendiar o Satuário Yasukuni em dezembro de 2011. O santuário homenageia mortos de guerra do Japão, incluindo criminosos de guerra condenados.

De acordo com informações da NHK World News, Abe disse que a recusa do tribunal sul-coreano é lamentável e ainda afirmou que vai apresentar um forte protesto.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*