Política

Japão nomeia primeiras mulheres como chefes de departamento em ministérios

As nomeações refletem o objetivo de Abe em reforçar o papel das mulheres na política e no mercado de trabalho.

Do Mundo-Nipo

O recém-criado Escritório do Gabinete para Assuntos de Pessoal anunciou sua primeira remodelação de pessoal nos altos cargos do governo japonês, no qual incluem nomeações de mais mulheres a cargos de alto escalão. Com isso, dois ministérios ganharam suas primeiras mulheres chefes de departamento.

Kazumi Okamura, que atualmente é promotora da justiça no Supremo Tribunal Federal do Ministério Público, dirigirá a Secretaria de Direitos Humanos, órgão do Ministério da Justiça.

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria terá Aoko Munakata como chefe da Secretaria de Comércio e Cooperação Econômica.

Duas outras mulheres vão se tornar chefes de departamento no Ministério das Relações Exteriores e no Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar.

As nomeações, que foram divulgas na última sexta-feira, refletem o objetivo do primeiro-ministro Shinzo Abe em reforçar o papel das mulheres na política e no mercado de trabalho como parte de sua estratégia de crescimento econômico.

Abe pediu aos líderes de grupos empresariais para exortar os membros a definir metas para nomear mulheres a altos cargos, bem como mencionar o percentual de mulheres executivas em seus relatórios de ganhos.

(Com informações da NHK News e Agência Kyodo)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe um comentário