Política

Premiê japonês diz que exercícios militares da Rússia são inaceitáveis

Abe exortou à Rússia para que não repita mais tais atividades.

Do Mundo-Nipo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, reiterou seus apelos para que à Rússia não realize mais exercícios militares nas ilhas situadas nos mares de Hokkaido, controladas pelo governo russo, mas reivindicadas pelo Japão.

Abe expressou sua determinação durante uma reunião mantida com os principais membros do partido da situação Liberal Democrático, na sexta-feira (22), em Tóquio. Entre os presentes, incluíam Seishiro Eto, chefe da Sede da Parceria Diplomática e Econômica Regional, e Fukushiro Nukaga, ex-ministro das Finanças, atualmente chefe do comitê especial para questões territoriais do partido.

A reunião foi focada nas questões envolvendo os exercícios militares que a Rússia conduziu na semana passada nas ilhas Etorofu e Kunashiri, duas das quatro ilhas atualmente em posse da Rússia, mas reclamadas pelo governo japonês, que as denominam “Territórios do Norte”.

Eto e outros parlamentares disseram que as ditas atividades executadas nas ilhas, que são território inerente do Japão, constituem um desafio para a soberania japonesa e são totalmente inaceitáveis.

Os membros entregaram uma proposta a Abe exortando o governo a tomar todas as medidas necessárias para lidar com o assunto. A proposta foi adotada pelos grupos de legisladores do Partido Liberal Democrático especializados em questões diplomáticas.

Abe classificou os exercícios como “inaceitáveis” e reiterou que o governo registrou um forte protesto contra a Rússia e exigiu que o país não repetisse tais atividades.

(Com informações da NHK News)

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários