Sociedade

Missao Osaka, a pessoa mais velha do mundo, morre aos 117 anos

Reconhecida como pessoa mais velha do mundo desde 2013, a japonesa morreu de causas naturais na manhã de hoje.

Do Mundo-Nipo

A japonesa Misao Okawa, reconhecida com a pessoa mais velha do mundo, morreu na manhã desta quarta-feira (1º) aos 117 anos por causas naturais, informou a mídia japonesa.

De acordo com a emissora publica NHK, Okawa morreu pouco antes das 7h locais (19h de terça-feira, 31, em Brasília) em um centro para idosos em Osaka, no centro-oeste do Japão, onde residia.

Segundo disseram fontes médicas ao jornal Yomiuri, Okawa estava com perda de apetite desde o dia 21 de março. Na madrugada desta quarta-feira, a idosa perdeu a consciência e foi assistida pelos netos e funcionários do local, até ter uma parada respiratória e a morte confirmada pela manhã.

A idosa faleceu 28 dias após ter celebrado seu 117º aniversário, em cerimônia que atraiu grande atenção da mídia em todo o mundo. A pequena festa aconteceu na casa de repouso onde Okawa residia, e contou com alguns parentes e cuidadores da anciã, além de autoridades locais.

Desde fevereiro de 2013, Okawa era reconhecida como a mulher mais velha do mundo pelo Livro Guinness dos Recordes (Guinness World Records), e desde agosto desse mesmo ano como a pessoa mais velha, após a morte do japonês Jiroemon Kimura, que morreu aos 116 anos de idade. Ela era a terceira pessoa que mais tempo viveu na história japonesa.

Filha de um comerciante de tecidos em Osaka, Okawa nasceu em 5 de março de 1898.  Ela se casou em 1919 e um de seus três filhos, com 92 anos, ainda está vivo. Até o ano passado, a idosa somava quatro netos e seis bisnetos.

Seus segredos para a longevidade eram viver sem estresse, dormir pelo menos oito horas diárias e comer o que gostava e de forma abundante, segundo explicou em várias ocasiões aos meios de comunicação japoneses.

Até os 110 anos, Okawa era capaz de caminhar e cuidar de si mesma, embora nos últimos anos de sua vida se deslocasse em cadeira de rodas e estivesse internada em um centro geriátrico.

Com a morte de Okawa, o título de pessoa mais velha do mundo supostamente será dado a uma norte-americana de 116 anos. No Japão, Nabi Tajima, de 114 anos, é agora a japonesa mais velha do país. O homem mais velho do mundo é também um japonês, Sakari Momoi, que comemorou seu 112º aniversário no último dia 5 de fevereiro.

Envelhecimento da população japonesa
Atualmente, existem no Japão mais de 58 mil centenários, de acordo com dados do Ministério da Saúde. Além disso, quase 30% da população de aproximadamente 127 milhões de japoneses têm 65 anos ou mais. A taxa, a maior da história no país, equivale a 32,96 milhões de pessoas.

De acordo com o Instituto Nacional de População, um em cada oito japoneses (15,9 milhões) tem idade a partir dos 75 anos. “A tendência de envelhecimento da população japonesa se acentuará no futuro”, diz o instituto, estimando ainda que, no ano de 2035, um em cada três japoneses terá idade a partir dos 65 anos, enquanto um em cada cinco terá 75 anos ou mais.

Em 2013, a expectativa de vida para as mulheres no Japão foi de 86,61 anos, a mais alta do mundo, enquanto para os homens ficou em 80,21 anos, a quarta maior do planeta, de acordo com o Ministério da Saúde do país.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários