Sociedade

Japão ajuda países em desenvolvimento com doações de bicicletas recicladas

Até agora já foram doadas cerca de 6 milhões de bicicletas para 91 países em desenvolvimento.

Do Mundo-Nipo

Um número incontável de bicicletas é abandonado em estacionamentos de estações e estradas a cada ano no Japão. Enquanto muitas são transformadas em sucata e recicladas em metal, grande parte delas ainda é considerada funcional após alguns reparos, e estão sendo utilizadas de forma eficaz como meio de transporte para enfermeiras e parteiras em países em desenvolvimento.

 

Bicicletas abandonadas no Japão (Foto: Aflo Images)

Até agora já foram doadas cerca de 6 milhões de bicicletas para 91 países em desenvolvimento (Foto: Aflo Images)

 

Nesta área de trabalho, o tempo gasto no trânsito pode “literalmente” significar a diferença entre a vida e a morte.

Dando uma olhada ao redor do distrito de Sogakope, no leste do Gana, é comum ver os cidadãos utilizando bicicletas como um dos principais meio de transporte.

Embora milhares de japoneses também utilizem bicicletas como meio de locomoção, existe uma enorme diferença no ambiente em que elas são usadas, ao contrário do mundo desenvolvido, em países como Gana, praticamente, não há estradas pavimentadas, apenas ruas irregulares e enlameadas.

A Organização Japonesa de Cooperação Internacional em Planejamento Familiar (JOICFP, na sigla em inglês), uma organização sem fins lucrativos, é a responsável pela doação das bicicletas.

Cerca de 12 diferentes governos locais no Japão trabalham em colaboração com a JOICFP, incluindo a prefeitura de Saitama e o distrito de Toshima, em Tóquio, para reparar e enviar as bicicletas aos países em desenvolvimento. O projeto, que começou em 1988, até agora já doou cerca de 6 milhões de bicicletas para 91 países.

A filial em Gana da Federação Internacional de Planejamento Familiar (IPPF, na sigla em inglês), que opera postos de saúde e instalações para o bem-estar social na região, recebeu um total de 15 bicicletas da JOICFP para ajudar enfermeiras e parteiras a realizarem suas tarefas de forma mais eficaz.

“Em termos de facilidade de uso, durabilidade e funcionalidade, as bicicletas japonesas superam as bicicletas africanas que temos por aqui. Essa doação faz uma grande diferença não só para os trabalhadores da área de saúde, mas também para os pacientes à espera de tratamento”, disse um voluntário que trabalha para a IPPF ao Niconico News.

As informações são da Niconico News, traduzido em sua totalidade pelo Mundo-Nipo.

 

Para saber mais sobre Sociedade, clique em mundo-nipo.com/sociedade. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*