Sociedade

“Herói de Fukushima” morre aos 58 anos vítima de câncer

Yoshida ganhou o Prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia por “coragem e comportamento exemplar” durante a crise nuclear.

Do Mundo-Nipo

Masao Yoshida, ex-diretor da usina Fukushima Daiichi (Foto: reprodução NHK)

Masao Yoshida, ex-diretor da usina Fukushima Daiichi (Foto: reprodução NHK)

Um dos “heróis” que permaneceram em seus postos após a crise nuclear na usina Fukushima Daiichi, o ex-diretor da central, Masao Yoshida, morreu nesta terça-feira.

Yoshida faleceu hoje em um hospital de Tóquio aos 58 anos vítima de câncer.

O ex-diretor liderou a luta para controlar os reatores danificados assim que os alarmes foram disparados pelo devastador tsunami de 15 metros, em 11 de março de 2011, que gerou a pior crise atômica desde Chernobyl em 1986.

Ele deixou o cargo em dezembro do mesmo ano depois ser diagnosticado com câncer de esôfago. Em julho de 2012, ele passou por uma cirurgia devido uma hemorragia cerebral.

Em novembro de 2011, Yoshida disse em coletiva de imprensa que pensou que morreria na primeira semana após o acidente nuclear e que esperou o pior quando as explosões de hidrogênio ocorreram nos reatores 1 e 3 e sua equipe não conseguiu injetar água no reator 2. aos 58 anos vítima de câncer

A Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco), que opera a usina, nega que o câncer de Yoshida foi causado pela exposição à radiação.

De acordo com funcionários, Yoshida foi exposto a cerca de 70 millisieverts de radiação a partir do momento do acidente até sua demissão. Com este nível de radiação, levaria pelo menos cinco anos para um câncer de esôfago se desenvolver.

Yoshida ganhou o Prêmio Príncipe de Astúrias da Concórdia  por “coragem e comportamento exemplar” durante a crise.

Em agosto de 2012, uma das suas últimas entrevistas, o ex-diretor expressou sua vontade de retomar o trabalho em Fukushima Daiichi depois de se recuperar.

As informações são da rede NHK.

 

Para saber mais sobre Sociedade, clique em mundo-nipo.com/sociedade. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários