Economia Notícias

Veja algumas dicas para alcançar a independência financeira

©Simon Migaj

Independência financeira: muitas pessoas falam sobre este assunto, mas o que significa exatamente e como conquistá-la? Veja como!

Imagine ter 55 anos de idade e já poder deixar de trabalhar, não ter preocupações financeiras e ter a oportunidade de fazer o que quiser, tal como viajar e aproveitar a vida. Parece ideal, certo? O que muitas pessoas não sabem é que a realização deste objetivo terá, muito provavelmente, exigido muita luta, suor e lágrimas ao longo de mais de três décadas trabalhando. Isto porque ter uma aposentadoria antecipada e ser capaz de organizar a vida da forma que mais se deseja não é algo que simplesmente acontece.

O caminho para a independência financeira

Hoje em dia, cada vez mais millennials, também conhecido como Geração Y (pessoas que nasceram entre os anos 80 e início dos 90), falam muito sobre ser financeiramente independentes. De fato, este desejo acabou por se tornar um tema tão comum que surgiu um movimento especial para pessoas que defendem este princípio como forma de tentar alcançar essa mesma independência financeira.

Estamos falando de Movimento FIRE (Financial Independence, Retirement Early), que propõe uma vida tão moderada quanto possível para assim investir o dinheiro que se poupa. Desta forma, “ganha o dinheiro que está poupando agora com o trabalho, vivendo minimalistamente”.

Quanto mais contida for a forma de viver, menos despesas terá de suportar e, em quanto menos despesas incorrer, mais poderá poupar. Quanto mais puder poupar, mais terá a oportunidade de investir e, desta forma, mais cedo será financeiramente independente.


Mas o que significa em concreto conquistar a independência financeira? Na verdade, a independência financeira nada mais é do que ter um rendimento passivo maior do que o montante que se gasta em despesas fixas. Assim, ser financeiramente independente não é, certamente, sinônimo de simplesmente deixar de trabalhar. O indivíduo pode continuar a trabalhar, se assim quiser, mesmo se já for financeiramente independente.


Embora a ideia subjacente possa parecer muito simples, é importante perceber que o conceito vai muito além disso. Este terá um impacto substancial na sua forma de vida até ao momento em que se torne financeiramente independente. Um bom jantar ou umas férias na praia? Nada disso vai ser possível. O foco concentra-se unicamente na ideia de ter uma vida boa e despreocupada no futuro, em vez do aqui e agora.

Outras alternativas de conquistar independência financeira

Tudo o que foi descrito acima parece um pouco exagerado, mas se o indivíduo considera que estar financeiramente seguro no futuro é mais importante do que tudo, então a pessoa terá que viver o princípio FIRE, ou seja, trabalhar uma vida toda sem poder, em grande parte, ter um mínimo de laser.

Porém, existem outras formas de conseguir a independência financeira sem ter que abdicar de uma vida normal ao longo dos anos de trabalho. Por exemplo, pode investir em bens imobiliários, investir em Bitcoin ou iniciar o seu próprio negócio.

©Stockvault
Investir sabiamente

Especialmente investir em Bitcoin pode ser uma opção interessante para muitas pessoas, uma vez que existem muitas plataformas confiáveis onde se pode comprar criptomoedas.

Qualquer que seja a opção escolhida, não se esqueça de estudar, com calma as várias opções disponíveis no mercado, que são muitas, para que jamais se arrependa mais tarde das decisões que tenha tomado, uma vez que, afinal, por mais agradável que seja não ter preocupações financeiras no futuro, o dinheiro só poderá ser gasto uma vez. Por isso, escolha sabiamente como conquistar sua independência financeira.