Notícias

Vulcão Sakurajima entra em erupção e alerta nível 3 é mantido

A explosão no vulcão mais ativo do mundo lançou uma cortina de fumaça de 4,1 quilômetros de altura.

O vulcão Sakurajima, na ilha de Kyushu, no sul do Japão, entrou em erupção no domingo (1), lançando lavas e uma coluna de cinzas a uma altura superior a quatro quilômetros. Autoridades japonesas estão em alerta porque o vulcão é situado na área onde ocorreram dois fortes terremotos no mês passado, em Kumamoto, o que provocou uma grande atividade sísmica na região, com mais de 1.100 tremores secundários em menos de 20 dias, informou a Agência Meteorológica do Japão (JMA, na sigla em inglês).

A explosão ocorreu na tarde de domingo (madrugada de domingo pelo horário de Brasília) e a cortina de fumaça atingiu 4,1 quilômetros de altura, que foi expelida em uma das duas crateras do Monte Sakurajima.

Trata-se da primeira vez em 11 meses que o Sakuragima, um dos vulcões mais ativos e perigosos do mundo, lança uma coluna de fumaça superior a quatro quilômetros. A última vez ocorreu em 21 de maio de 2015, quando foi registrada uma forte explosão vulcânica no local.

A JMA classificou o ocorrido como “uma erupção explosiva” e manteve em três o nível de alerta no pico do monte, o que significa que as pessoas devem manter distância da montanha, mas não implica na evacuação das povoações mais próximas.

As atividades do vulcão tem sido intensas nos últimos meses. Somente este ano, foram registradas 43 erupções explosivas no local. Mediante a isso, a JMA alterou o nível de alerta de dois para três após uma erupção mais forte em fevereiro, aumentando a área interditada ao redor do vulcão.

A península de Sakurajima tem uma população de aproximadamente 4.000 pessoas e está situada na província de Kakoshima, vizinha de Kumamoto, província onde 49 pessoas morreram e mais de mil ficaram feridas, além de milhares de pessoas que continuam em abrigos devido ao temor de desmoronamento, já que mais de mil sismos tem estremecido a região desde 14 de março, dia em que um potente terremoto de magnitude 6,4 atingiu Kumamoto.

Além disso, o vulcão Sakurajima está situado a cerca de 50 quilômetros da usina nuclear de Sendai, na província de Kagoshima, que foi reativada no ano passado, outro grande problema para as autoridades japoneses.

Sakurajima é um dos vulcões mais ativos do Japão e entra em erupção quase constantemente. Desde 2009, o vulcão registra entre 500 e 1000 pequenas erupções todos os anos.

Em agosto do ano passado, no entanto, a JMA emitiu alerta para a possibilidade de ocorrer uma erupção em grande escala no vulcão Sakurajima, maior que a registrada em agosto de 2013, cuja as cinzas cobriram grande parte de Kagoshima e áreas próximas. O alerta, no entanto, foi retirado no mesmo mês, mas a possibilidade de uma erupção em grandes proporções foi mantida para os próximos anos e o nível de alerta três, que vai até cinco, prossegue nas áreas próximas.

O portal Huff Post Japan, afiliado do jornal ‘The Asahi Shimbun”, publicou um vídeo que mostra o momento em que o vulcão Sakurajima entrou em erupção no último domingo. Confira a publicação (em japonês).

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta