Notícias

Bolsa de Tóquio recua com realização de lucros e fraqueza do dólar

Apesar do recuo, o índice Nikkei ainda se mantém no maior nível desde abril de 2000.

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

A Bolsa de Valores de Tóquio recuou levemente nesta terça-feira (3), com os investidores aproveitando para realizar lucros após o mercado acionário japonês somar oito altas em nove sessões e ampliar, na véspera, uma sequência de ganhos não observada desde agosto do ano passado, com o Nikkei renovando, continuamente, máximas em mais de 15 anos. A recuo de hoje também foi impulsionado pela fraqueza do dólar ente o iene, prejudicando as ações de empresas exportadoras.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, recuou 11,72 pontos, leve baixa de 0,06% ante o fechamento anterior, encerrando aos 18.815,16 pontos. Mesmo com a queda, o incide se manteve no maior nível desde abril de 2000. Em menos de duas semanas, o Nikkei ganhou quase 5%.

Já, o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, teve avanço de 1,86 ponto, leve alta de 0,12% ante o fechamento de segunda-feira, encerrando o dia aos 1.526,83 pontos, seu melhor resultado em mais de sete anos.

O volume das transações na sessão principal aumentou para cerca 2,315 bilhões de ações negociadas ante 2,170 bilhões de ações na véspera.

Segundo analistas, a avaliação é que as ações em Tóquio estão sobrevalorizadas, mas deverão continuar sendo sustentadas por compras de fundos de pensão, que nos últimos meses ampliaram sua exposição à renda variável.

A fraqueza do dólar ajudou a pesar nos negócios de hoje. Após chegar a ultrapassar 120 ienes, na esteira do forte desempenho das bolsas de Nova York ontem, a moeda norte-americana estava em 119,65 ienes no fim da sessão em Tóquio.

Já a realização de lucros pressionou os papéis de empresas com forte participação no Nikkei, como a Fast Retailing, SoftBank e KDDI, que recuaram 1,7%, 1,8% e 1,1%, respectivamente.

A Sharp contribuiu para a queda geral, com recuo de 3,5% em suas ações, após notícias de que o fabricante de eletrônicos pretende buscar ajudar de suas duas principais fontes de financiamento para implementar um plano de reestruturação.

Contrariando a fraqueza, a fabricante de produtos de enfermagem Pigeon saltou 12,8 %, após previsão de um aumento de 5,3% no lucro líquido e um aumento de dividendos para o ano atual.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta