Notícias

Premiê japonês chega à Alemanha para encontro com Angela Merkel

A visita de Abe faz parte de um tour pela Europa em preparação à Cúpula do G7 que ocorre este mês no Japão.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, chegou à Alemanha nesta quarta-feira (4), em uma visita que faz parte de seu tour de uma semana pela Europa, cujo objetivo é reunir-se com líderes europeus antes da cúpula do Grupo dos Sete (G7), que ocorrerá no final deste mês no Japão. A principal programação de Abe na Alemanha é um encontro no final da tarde com a chanceler Angela Merkel.

A visita à Alemanha ocorre um dia após Abe se reuniir em Bruxelas com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, e o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Na reunião, Abe mencionou sua idéia de que as nações membros do G7 precisam implementar um gasto fiscal flexível, juntamente com reformas estruturais, para atingir o crescimento econômico global sustentável.

Nas conversações agendadas com Merkel, o premiê japonês pretende discutir as incertezas sobre as perspectivas econômicas mundiais. O líder da terceira maior potência espera ganhar o apoio de Merkel em seus planos que serão apresentados na cúpula do G7, a ser realizada entre os dias 26 e 27 de maio no parque natural de Ise-Shima, região central do Japão.

Na segunda-feira (2), Abe esteve em Paris para um encontro com o presidente François Hollande. Ambos chegaram a acordo sobre a necessidade de continuar o diálogo com a Rússia. Os dois chefes de Estado também discutiram o efeito que a desaceleração chinesa está tendo para a economia global, as questões de combate ao terrorismo e o programa nuclear norte-coreano, questões que se serão temas principais da próxima cúpula do G7.

Após se reunir com a chanceler alemã, Abe terá um encontro com o primeiro-ministro britânico David Cameron, no Reino Unido, encerrando assim seu tour pela Europa.

Contudo, antes de retornar a Tóquio, o chefe de governo japonês irá à cidade russa de Sochi para se reunir com Vladimir Putin. A reunião ocorrerá duas semanas após os ministros de relações exteriores terem se reunirem para promover um encontro de seus líderes ainda este ano, o que ocorrerá antes do previsto.

A viagem à Rússia faz parte de um esforço de Abe para aprofundar as relações entre Tóquio e Moscou, ofuscadas por disputas territoriais entre os dois países após a Segunda Guerra Mundial. Ambos disputam ilhas hoje sob domínio da Rússia, chamadas pelos japoneses de Territórios do Norte e pelos russos de Kurils ou Curilas do sul. A disputa fez com que, até hoje, os dois países não tenham assinado formalmente um tratado de paz pondo fim às hostilidades decorrentes da Segunda Guerra Mundial.

Estas ilhas estão localizadas entre o extremo oriente da Rússia e à ilha japonesa de Hokkaido, no extremo norte do Japão, entre o Mar de Okhotsk, a noroeste, e o Oceano Pacífico, a sudeste. Elas estão sob administração da Rússia desde o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, como resultado do Tratado de São Francisco.

O tratado, no entanto, expirou, de acordo com o governo japonês, que reivindica a soberania das ilhas, afirmando que elas “são parte inerente de seu território e que foi tomada indevidamente pela Rússia”.

Fontes: Agência Kyodo | NHK News.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta