Notícias

Onda de calor continua castigando o Japão; tufão Wipha se aproxima

Foto: Reprodução/Kyodo

Tufão chegará nesta segunda ao Japão, país onde o calor levou milhares aos hospitais a causou a morte de 18 pessoas em 2 semanas.

Uma intensa onda de calor continua a afetar grande parte do Japão, com temperaturas que já superaram os 41ºC em julho, o que levou aos hospitais mais de 10 mil pessoas e causou a morte de 18 pessoas nas últimas duas semanas em diferentes regiões do país.

O forte calor nesse verão japonês tem levado autoridades locais a pedirem que as pessoas permaneçam em alerta, advertindo para que não se exponham ao sol por muito tempo e que bebam bastante água para evitar desidratação.

VEJA TAMBÉM
Onda de calor no Japão causa 11 mortes e leva mais de 5,6 mil aos hospitais

A Agência Meteorológica do Japão (JMA) explicou que sistemas de alta pressão trouxeram céus limpos, elevando as temperaturas na maior parte do arquipélago neste domingo de manhã (horário local).

A partir das 14h locais (2h no horário em Brasília), os termômetros marcavam 37,9 graus na cidade de Toyooka, na província de Hyogo, 37,6 graus na cidade de Koshu, na província de Yamanashi, e 37,3 graus na cidade de Dazaifu, na província de Fukuoka.

Centros meteorológicos locais também estão alertando sobre mudanças repentinas de tempo, tais como tempestades e rajadas de vento.

Além disso, o país está em alerta por conta da aproximação de um novo tufão, o 8º da temporada na região asiática. Chamado de Wipha, o fenômeno está caminhando em direção ao oeste do Japão e deve atingir a região Kyushu na noite desta segunda-feira.

Segundo boletim divulgado pela JMA às 12h50 locais de domingo, às 12h50 deste domingo, Wipha tem ventos sustentados de 90 km/h e rajadas de até 126 km/h. Na segunda-feira, os ventos podem chegar a 108 km/h, com rajadas de até 144 km/h em seu centro.

MN – Mundo-Nipo.com
Fonte: NHK News | Kyodo News.