Notícias

Onda de calor no Japão causa 11 mortes e leva mais de 5,6 mil aos hospitais

Onda de calor no Japão | Foto: Reprodução / Kyodo

Em apenas uma semana, 5.664 pessoas form levadas aos hospitais. Desse total, 52,6% eram idosos. As mortes ocorreram em 11 diferentes áreas do Japão.

A forte onda de calor que tem atingido o Japão nesse verão levou mais de 5,6 mil cidadãos aos hospitais e causou a morte de 11 pessoas na última semana, informou nesta terça-feira (30) a imprensa local, cintando como fonte a Agência de Gestão de Incêndios e Desastres do Japão.

De acordo a Kyodo News, o número de pacientes em hospitais quase triplicou em relação à semana anterior. O grupo com 65 anos ou mais representa 52,6% do total de atendidos nos centros médicos por insolação ou desidratação.

Das 5.664 pessoas levadas aos hospitais, 119 apresentaram sintomas graves que exigem ao menos três semanas de internação, enquanto 1.792 sofriam de enfermidades moderadas.

As 11 mortes foram relatadas em 11 áreas diferentes entre as 47 prefeituras do Japão.

A província de Aichi foi a que registrou maior número de pacientes afetados pela onda de calor, com 392 internados. A segunda foi a prefeitura de Osaka, com 388. Seguida por Tóquio, com 299 pacientes.

A temperatura mais alta neste mês de julho foi de 41,1º, registrada em Kumagaya, na província de Saitama | Foto: Kyodo

Segundo a NHK News, a Agência Meteorológica do Japão (JMA) prevê que as temperaturas permanecerão acima da média em praticamente todo o arquipélago, com a máxima podendo superar os 40ºC em várias áreas.

Além disso, a forte onda de calor se junta ainda a altos níveis de umidade nesse verão japonês, o que levou a JMA a recomendar medidas preventivas contra insolação, aconselhando a população a não praticar exercício físico sob o sol, a procurar áreas arejadas e, principalmente, ingerir bastante água para manter-se hidratada.

MN – Mundo-Nipo.com
Fontes: Kyodo News | NHK News.