Notícias

Bolsa de Tóquio avança diante de expectativas de dados sobre emprego nos EUA

O índice Nikkei subiu 0,26% e se manteve perto de seu maior nível em 15 anos.

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

A Bolsa de Valores de Tóquio interrompeu uma sequência de duas quedas e fechou em alta nesta quinta-feira (5), com os investidores aguardando o resultado da reunião de política monetária do Banco Central Europeu (BCE) e o tão esperado relatório sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos, a ser divulgado na sexta-feira.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, subiu 48,24 pontos, alta de 0,26% ante o fechamento anterior, encerrando aos 18.751,84 pontos, mantendo-se perto de seu maior nível em 15 anos.

Já, o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, avançou 6,71 pontos, alta de 0,44% ante o fechamento de quarta-feira, encerrando o dia aos 1.523,72 pontos, próximo ao seu melhor nível em sete anos.

O volume das transações na sessão principal caiu ao seu menor nível este ano, totalizando cerca 1,824 bilhão de ações negociadas ante 2,137 bilhões de ações na véspera.

O mercado acionário em Tóquio abriu em baixa, acompanhando as perdas de ontem em Wall Street, que continuou a se afastar das máximas recordes alcanças no início da semana.

Analistas disseram que os investidores permaneceram ansiosos, à espera do relatório, no final do dia, da reunião do BCE, que está definido para dar mais detalhes sobre um programa de compra de títulos anunciados em janeiro e as suas perspectivas econômicas para a zona euro em 2017. Alguns agentes de mercado também estavam de olho nos dividendos à frente dos relatórios macroeconômicos do Japão para o ano fiscal de 2014, que termina este mês.

Mas o foco principal dos investidores está no relatório do Departamento de Trabalho dos Estados Unidos, que será divulgado na sexta-feira. Esses dados são considerados um dos principais indicadores para avaliar a saúde da economia norte-americana e é amplamente esperado que os resultados do documento possam dar pistas sobre quando o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) elevará a taxa básica de juros no país, que, por sua vez, se encontra a quase zero desde 2006.

“Algumas das vendas de hoje tiveram os ganhos bloqueados antes dos dados de emprego dos EUA”, disse Yutaka Miura, analista-chefe da Mizuho Securities.

Ações de empresas dos setores farmacêutico e têxtil foram beneficiadas hoje por noticiário corporativos. A Toray Industries alavancou ganhos de 4,8%, após a Mitsubishi UFJ Morgan Stanley Securities atualizar sua avaliação sobre a companhia têxtil. Já a Ono Pharmaceutical saltou 7,7% depois que uma reguladora de fármacos norte-americana aprovou a droda “Opdivo”, um medicamento desenvolvido pela farmacêutica japonesa para tratar câncer de pulmão.

Entre as exportadoras, os papéis da Toyota Motor recuaram 0,6%, enquanto a Sony teve ganhos de 0,6%.

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta