Notícias

Japão rebaixa avaliação sobre exportações

©Aflo Images

É a primeira vez em 3 anos que o governo japonês rebaixa sua avaliação relativa a exportação.

O Governo do Japão rebaixou a avaliação sobre exportações pela primeira vez em três anos, e também fez uma avaliação mais pessimista dos preços ao consumidor, sinalizando preocupações de que uma guerra comercial entre os Estados Unidos e a China interrompa as cadeias de suprimento globais e a demanda de exportação, de acordo com a agência Reuters.

Em seu relatório mensal de agosto, divulgado na última quarta-feira, o governo japonês, no entanto, manteve intacta sua avaliação geral de que a economia do Japão estava “se recuperando a um ritmo moderado”. Essa avaliação ocorre pelo oitavo mês consecutivo.

Enquanto isso, a avaliação mais pessimista dos preços ao consumidor ocorre à medida que a pressão inflacionária não aumenta e a pressão oficial sobre as empresas para reduzir as tarifas sobre smartphones sugere que o ritmo da inflação pode diminuir.

Saiba mais
» Preços no atacado do Japão sobem 3,1% em julho na base anual
» Inflação no Japão sobe 0,8% em julho na base anual

No entanto, o relatório disse que a recuperação das exportações está diminuindo, apresentando um declínio em relação ao mês anterior, quando o governo disse que as exportações estavam se recuperando.

As exportações de carros para os Estados Unidos diminuíram recentemente, enquanto os embarques de peças de smartphones para a China também começaram a cair, disse uma autoridade do governo a repórteres.

A economia do Japão se recuperou no segundo trimestre de uma contração nos primeiros três meses deste ano, graças aos gastos robustos das empresas, mas há preocupações de que o protecionismo comercial começará a frear o crescimento.

Da Agência Reuters