Notícias

Bolsa de Tóquio sobe pela 4ª semana seguida e fecha perto dos 19 mil pontos

No ano, o índice Nikkei já acumula ganhos de 8,7%, maior que o aumento de 7,1% registrado em todo o ano de 2014.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agências

A Bolsa de Valores de Tóquio subiu mais de 1% nesta sexta-feira (6), fechando no maior nível em quase 15 anos e garantindo a quarta alta semanal consecutiva, impulsionada pela desvalorização do iene ante o dólar após o Banco Central Europeu (BCE) ter revelado ontem detalhes de seu programa de relaxamento quantitativo e pela expectativa do tão esperado relatório sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos, que será divulgado hoje.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, subiu 219,16 pontos, alta de 1,17% ante o fechamento anterior, encerrando aos 18.971,00 pontos. Com isso, o Nikkei encerrou a semana com ganho de 0,92%, garantindo a quarta alta semanal consecutiva, e atingiu o patamar mais alto desde 24 de abril de 2000. No ano, a valorização acumulada do índice é de 8,7%, maior que o aumento de 7,1% registrado em todo o ano de 2014.

Já, o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, avançou 17,12 pontos, alta de 1,12% ante o fechamento de quinta-feira, encerrando o dia aos 1.540,84 pontos, seu melhor nível em mais de sete anos.

O volume das transações na sessão principal melhorou, somando cerca 2,128 bilhões de ações negociadas, contra 1,824 bilhões de ações na quinta-feira, quando somou o pior volume do ano.

Nesta sexta-feira, os negócios em Tóquio foram influenciados positivamente pela reação em alta do dólar ante o iene após o BCE anunciar ontem que vai começar seu programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês) na segunda-feira (09).

Os investidores na Ásia também aguardam os últimos números do mercado de trabalho dos EUA, que serão divulgados às 10h30 (de Brasília). A estimativa de analistas é que a maior economia do mundo criou 240 mil novos postos de trabalho em fevereiro e que a taxa de desemprego recuou para 5,6%, de 5,7% em janeiro.

O iene mais fraco deu ímpeto a grandes exportadoras em Tóquio hoje: as ações da Honda Motor e da Toyota Motor avançaram 2,4% e 1,6%, respectivamente. Também ganharam empresas com forte exposição à zona do euro, como a Olympus (+5,7%), a Hoya (+5,5%) e a Nikon (+2,0%).

O setor farmacêutico, por sua vez, se destacou pelo segundo dia consecutivo. A Sumitomo Dainippon Pharma saltou 12% e a Chugai Pharmaceutical registrou ganho de 2,0%.

(Com informações das agências Estado e Kyodo)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta