Notícias

Dólar fecha com leve alta após operar o dia em baixa

O dólar chegou a R$ 2,6740 na mínima do dia, mas mudou de rumo no final do pregão e encerrou no nível de R$ 2,70.

Do Mundo-Nipo com Agências

O dólar fechou em leve alta ante o real nesta quarta-feira (7), após operar a maior parte do dia em queda, influenciado pela expectativa do anúncio de medidas de estímulos monetários pelo Banco Central Europeu (BCE) e por dados mais fracos que o esperado da criação de vagas no setor privado nos Estados Unidos, o que ajudaram reduzir a aversão a ativos de risco antes da divulgação da ata da última Reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto do Federal Reserve (Fomc).

Ao término do pregão, a moeda norte-americana estava cotada a R$ 2,7035 na venda, alta de 0,06%, após chegar a R$ 2,6740 na mínima do dia. Segundo dados da BM&F, o movimento financeiro ficou em torno de US$ 2 bilhões.

As operações de compra de dólares se concentraram no início da tarde e na reta final do pregão. Durante o resto da sessão, a moeda norte-americana operou em queda ante o real, após a zona do euro registrar em dezembro deflação pela primeira vez desde outubro de 2009.

O dado deve levar o BCE a adotar novo programa de compras de títulos públicos, sendo que parte dos recursos injetados nos mercados tende a migrar para ativos que oferecem rendimentos elevados, como papéis brasileiros.

Mas investidores adotaram cautela antes da divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve. No documento, divulgado após o fechamento dos negócios, o banco central norte-americano mostrou que se ateve em sua última reunião aos planos de começar a elevar os juros ainda neste ano apesar do debate aparentemente vigoroso sobre como comunicar suas intenções.

Agentes financeiros também continuaram atentos aos preços do petróleo, cuja persistente queda vem alimentando a aversão ao risco nos mercados globais. Nesta sessão, tanto o Brent quanto o petróleo dos EUA operavam voláteis, trocando de sinal diversas vezes.

No Brasil, o mercado buscava novas pistas sobre os planos da nova equipe econômica para o ajuste fiscal. Segundo afirmou uma fonte do governo à Reuters, o governo deve anunciar corte nas despesas, incluindo investimentos, até que o Orçamento de 2015 seja aprovado no Congresso Nacional.

Atuações do Banco Central
Nesta manhã, o BC vendeu a oferta total de swaps cambiais, equivalentes a venda futura de dólares, pelas atuações diárias. Foram vendidos 700 contratos para 1º de setembro e 1,3 mil para 1º de dezembro, com volume correspondente a US$ 98 milhões.

O BC também vendeu a oferta integral de até 10 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em 2 de fevereiro, equivalentes a US$ 10,405 bilhões. Ao todo, a autoridade monetária já rolou cerca de 19% do lote total.

*As cotações são da Agência  Thomson Reuters

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta