Notícias

Limpeza de Fukushima ultrapassará dos US$ 27 bilhões até o fim de 2016

©Kyodo

Novos cálculos apontam um acréscimo superior a US$ 5 bilhões sobre o total estimado anteriormente pelo governo japonês.

O Conselho de Auditoria do Japão (referido como ’Board’) estima que os custos para remover os resíduos radioativos nas áreas afetadas pelo acidente no complexo nuclear em Fukushima, em 2011, deve superar o estimado anteriormente pelo governo japonês e ultrapassar dos US$ 27 bilhões até o final do atual ano fiscal, que termina em março de 2017.

De acordo com a última estimativa do Executivo japonês, divulgada em dezembro de 2013, os custos com a descontaminação e o descarte de materiais contaminados totalizariam US$ 22 bilhões, uma cifra que até então não havia sido revista.

O Board efetuou novos cálculos com base no orçamento e balanço de contas no período de 6 anos fiscais, até o atual. A nova estimativa até o final de março de 2017 já ultrapassa em mais de US$ 5 bilhões o custo total projetado pelo governo, devendo totalizar gastos superiores a US$ 27 bilhões no período.

Para cobrir os custos, o governo planeja usar o saldo arrecadado com a venda das ações estatais que detêm junto a Companhia de Energia Elétrica de Tóquio (Tepco, Tokyo Electric Power Company), operadora do danificado complexo nuclear de Fukushima. Custos restantes devem ser arcados por outras companhias que operam usinas nucleares no Japão.

Contudo, o Conselho de Auditoria disse que não há como estimar o valor que será obtido com a venda das ações da Tepco devido à instabilidade dos preços no mercado de ações.

Mediante a isso, cresce o ceticismo sobre a viabilidade dos planos do governo para arcar com os gastos referentes à limpeza em Fukushima, principalmente porque os custos continuam aumentando em grandes proporções. Fonte: NHK News.

Sobre o Conselho de Auditoria do Japão
Referido como ‘Board’, o Conselho de Auditoria do Japão (Board of Audito of Japan) é uma instituição independente do Governo. Contudo, o órgão audita as contas do Estado, bem como de organizações públicas e de outros organismos no país, além de supervisionar a contabilidade pública para assegurar a sua adequação.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta