Notícias

Bolsa de Tóquio avança com otimismo sobre a economia japonesa

A bolsa japonesa foi ajudada por especulações de que o Fundo de Pensões do Governo vai aumentar sua exposição a ações do país.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

Depois de recuar por dois dias consecutivos, a Bolsa de Valores de Tóquio fechou em alta nesta quarta-feira (11), refletindo um otimismo renovado sobre a recuperação econômica do Japão e em meio a especulações de que fortes demandas por ações do fundo de pensão japonês vão continuar a empurrar o mercado acionário em Tóquio.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, subiu 58,41 pontos, alta de 0,31% ante o fechamento anterior, encerrando aos 18.723,52 pontos.

Já, o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, avançou 0,92 ponto, leve alta de 0,06% ante o fechamento de terça-feira, encerrando o dia aos 1.525,67 pontos.

O volume das transações na sessão principal caiu para cerca 1,926 bilhão de ações negociadas, contra 2,137 bilhões de ações na terça-feira.

O mercado japonês abriu em baixa, seguindo as perdas de ontem no mercado norte-americano, com o Dow Jones Industrial Average recuando 332,78 pontos, a maior queda desde 09 de outubro de 2014. Analistas disseram que o dólar forte ameaçou ferir a linha de fundo de empresas multinacionais com sede nos Estados Unidos.

As negociações em Tóquio, no entanto, logo ganharam o terreno positivo, com os investidores retomando as compras, esperançosos de que as empresas japonesas irão postar ganhos sólidos no atual ano fiscal que termina este mês, e que a dinâmica de lucros vai continuar no próximo ano fiscal, que começa em abril.

Toshikazu Horiuchi, estrategista do IwaiCosmo Securities, disse que o mercado acionário japonês surpreendeu nesta quarta-feira. Segundo ele, as perdas apresentadas pela manhã davam sinais de que as negociações de hoje fixariam no terreno negativo até o fim da sessão. “O forte rali no início da tarde foi um pouco surpreendente”, disse Horiuchi.

O resultado de hoje também foi influenciado pela especulação de que o Fundo de Investimento de Pensões do Governo (GPIF, na sigla em inglês) vai aumentar sua exposição a ações do país para 137 trilhões de ienes (US$ 1,1 trilhão). Atualmente, o GPIF administra 120 trilhões de ienes em ativos.

Seguindo decisão semelhante, um fundo de pensão japonês conhecido como KKR informou, no início deste mês, que iria aumentar sua exposição a ações, de 8% para 25%. O KKR administra 7,6 trilhões de ienes em ativos.

Os ganhos nesta sessão também foram apoiados por dados macroeconômicos positivos. As encomendas de máquinas no Japão caíram menos que o esperado em janeiro, registrando recuo de 1,7% em relação ao mês anterior. A leitura é amplamente melhor do que a previsão média do mercado, que projetavam um forte declínio de 4,1% para o primeiro mês do ano.

“O investimento das empresas está aquecendo. A leitura foi muito positiva para o mercado de ações”, disse Ayako Terada, chefe do departamento de pesquisa de ações da Nomura Securities.

Entre os destaques de alta em Tóquio estiveram grupos farmacêuticos, como Shionogi & Co. (+3,0%), Eisai (+2,9%) e Astellas Pharma (+0,7%). Fabricantes de maquinário também apresentaram bons desempenhos, com a Fanuc alavancando ganhos de 2,0% e a Komatsu subindo 0,9%.

Já o desempenho dos papéis de empresas exportadoras exportações foram mistos, influenciados pelo resultado do iene que hoje abrandou a queda vista na véspera, quando encerrou cotado a 122,03 ienes por dólar, menor nível em mais de sete anos. Com isso, a Sony subiu 0,4%, enquanto a Nissan Motor recuou 1,0%.

== Kyodo

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta