Notícias

Com ajustes, dólar fecha em alta de mais de 1% ante o real

A moeda corrigiu parte da queda vista no fim da semana passada.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agências

O dólar subiu mais de 1% sobre o real nesta segunda-feira (12), corrigindo parte da queda vista no fim da semana passada, quando fechou com desvalorização acumulada em quase 2%.

Ao término da sessão, a moeda norte-americana estava cotada a R$ 2,6682 na venda, alta de 1,11%. Segundo dados da BM&F, o movimento financeiro ficou em torno de US$ 1,5 bilhão.

Dados mais fortes da economia americana divulgados na semana passada deram suporte à alta do dólar, abrindo espaço para o Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) continuar com o plano de normalização da política monetária. No mercado interno, a saída maior de recursos ajudou a intensificar a queda do real.

Analistas afirmam ter verificado maior saída de recursos hoje, depois de terem identificado ingresso líquido na semana passada, o que contribuiu para acentuar o movimento de alta do dólar no mercado doméstico.

Lá fora, a moeda americana subia frente às principais divisas em movimento de correção após a queda verificada na última sexta-feira. Os dados positivos da economia americana divulgados na semana passada endossam as expectativas de que a alta de juros será gradual nos Estados Unidos.

A queda do preço do petróleo e a preocupação com a desaceleração da economia global também pesavam sobre as moedas emergentes.

“Hoje o movimento está mais contido, acompanhando um pouco a tendência externa”, disse à Reuters o economista da Tendências Consultoria Silvio Campos Neto, acrescentando que após a queda de sexta-feira é natural ver alguma recuperação, especialmente sem a divulgação de indicadores que direcionem o mercado.

Na semana passada, o dólar acumulou queda de 1,99%. No mês e no ano, há alta acumulada de 0,36%.

Atuações do Banco Central
O Banco Central seguiu com as intervenções no câmbio. Nesta manhã, a autoridade monetária vendeu a oferta total de até 2 mil swaps cambiais, com volume correspondente a US$ 98,5 milhões. Foram vendidos 1 mil contratos para 1º de setembro e 1 mil contratos para 1º de dezembro de 2015.

O BC também vendeu a oferta integral de até 10 mil swaps para rolagem dos contratos que vencem em 2 de fevereiro, equivalentes a US$ 10,405 bilhões. Ao todo, a autoridade monetária já rolou cerca de 33% do lote total.

(Com informações das Agências Reuters e Valor Online)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta