Notícias

Multidão de torcedores recebe Diego Forlán na chegada ao Japão

Torcedores do Cerezo Osaka recebeu o atacante com bandeiras do Uruguai e usando camisas da “celeste”.

Do Mundo-Nipo

O atacante uruguaio Diego Forlán foi recebido na manhã desta quarta-feira (12) por uma multidão de torcedores durante sua chegada ao Japão, onde irá se juntar ao Cerezo Osaka, time que contratou o jogador no início deste ano.

 

Diego Forlán chega em Osaka (Foto: Distribuição/Cerezo Osaka)

Forlán fechou contrato com o Cerezo Osaka até dezembro, onde receberá US$ 5,85 milhões em salários (Foto: Distribuição/Cerezo Osaka)

 

Um grande número de torcedores do Cerezo Osaka esperou o atacante no aeroporto internacional de Kansai, a maioria segurando bandeiras do Uruguai e usando camisas da “celeste” para dar as boas-vindas ao astro.

Eles ofereceram um cachecol do clube japonês, que o atacante de 34 anos logo tratou de usar.
Apesar do longo voo desde o Uruguai, Forlán desembarcou sorridente e distribuiu autógrafos a vários torcedores.

Durante a entrevista coletiva que foi transmitida ao vivo pela televisão japonesa, Forlán surpreendeu realizando um pequeno discurso em japonês no qual agradeceu a confiança do clube e dos torcedores.

“Estou muito contente com o recebimento do povo”, explicou Forlán, que inclusive terminou o pequeno discurso com a expressão “okini”, que é empregada para dar as graças na região de Kansai, de onde é o Cerezo Osaka.

Forlán disse que esteve três vezes no Japão e gostou muito do país, principalmente da cultura. O jogador disse também que aprecia o futebol jogado no Japão. “Gosto do futebol que é jogado aqui, muito técnico e com muita velocidade”, afirmou o atacante.

O contrato com o Cerezo vai até dezembro deste ano. Forlán receberá 600 milhões de ienes (US$ 5,85 milhões), um valor recorde para a J.League (Campeonato Japonês).

As informações são da Agência Kyodo e do UOL Esporte.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário