Notícias

Bolsa de Tóquio recua com realização de lucros e alta do iene

O índice Nikkei recuou após ter subido 1,9% na sessão anterior e atingir seu maior nível em mais de 7 anos.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agências

A Bolsa de Valores de Tóquio fechou em baixa nesta sexta-feira (13), em meio a movimentos de realização de lucros após o índice Nikkei atingir, na véspera, o seu melhor resultado em mais de sete anos.  As perdas de hoje no mercado japonês também foram influenciadas pela redução nas expectativas para novas medidas de estímulos pelo Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês), o que levou ao fortalecimento do iene frente ao dólar e afetou o desempenho das ações de empresas exportadoras.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, sofreu queda de 66,36 pontos, recuo de 0,37% ante o fechamento anterior, encerrando aos 17.913,36 pontos, após ter subido 1,9% na sessão anterior e fechar no maior nível desde julho de 2007.

Já o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, fechou praticamente estável em relação ao fechamento anterior, com leve recuo de 0,01 ponto, aos 1.449,38 pontos.

O volume das transações totalizou 2,562 bilhões de ações negociadas contra 2,773,25 bilhões de ações na quinta-feira.

Algumas autoridades do BoJ têm demonstrado preocupação maior com as desvantagens de um iene enfraquecido, o que os deixa mais cautelosos em relação à adoção de mais ações de relaxamento quantitativo, segundo fontes com conhecimento do assunto.

Essa linha de pensamento jogou um balde de água fria em especulações de que a tendência de queda vista nos preços do petróleo desde meados do ano passado pressionaria o BoJ a ampliar os estímulos para atingir sua meta de inflação, de 2%.

As perdas de hoje em Tóquio, no entanto, foram limitadas com os investidores animados diante de um acordo entre líderes da Rússia, Ucrânia, Alemanha e França para um cessar-fogo das tropas ucranianas e separatistas pró-russos no leste da Ucrânia.

A pressão por vendas de papéis também foi amortecida por notícias de que os formuladores de políticas do Banco Central Europeu (BCE) tinha aprovado uma expansão de financiamento de emergência para os bancos gregos.

“Com os relatórios de lucros de empresas quase todos concretizados e o Produto Interno Bruto (PIB) do Japão já avaliado, os riscos geopolíticos no exterior são as questões que irão movimentar o mercado na próxima semana”, disse Tsutomu Yamada, analista de mercado da kabu.com Securities.

Economistas esperam que os dados do PIB japonês, a ser divulgado na próxima na segunda-feira, venham mostrar uma recuperação do país da recessão no trimestre de outubro a dezembro.

As ações indexadas à exportação foram afetadas pela alta acentuada do iene em relação ao dólar e ao euro. A Mazda Motor teve queda de 1,5%, a TDK caiu 1,4%, a Fuji Heavy Industries recuou 1,3% e a Sony recuou 0,3%.

Contrariando a fraqueza, a empresa e-commerce Rakuten alavancou ganhos de 5,2%, depois de reportar um lucro líquido recorde no ano, até dezembro.

(Com informações das agências Estado e Kyodo)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta