Notícias

Maioria das mulheres no Japão aprova casamento gay

Foto Reprodução/Kyodo

Cerca de 90% das japonesas casadas com idade até 30 anos apoiam a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Aproximadamente 70% das mulheres casadas no Japão acreditam que o casamento entre pessoas do mesmo sexo deve ser legalizado no país, mostrou uma pesquisa quinquenal do governo japonês.

O inquérito reflete as respostas de 6.142 mulheres casadas –exceto divorciadas e viúvas– que enviaram questionários ao Instituto Nacional de Pesquisa sobre População e Seguridade Social do Japão.

Divulgada no início deste mês, a pesquisa realizada no ano passado revelou que, entre as mulheres casadas com idade até 30 anos, cerca de 90% apoiaram a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

VEJA TAMBÉM

Em relação ao total de entrevistadas casadas sem limite de idade, 69% apoiam criação de legislação para consentir o casamento homossexual em todo o Japão.

Obrigatoriedade adotar sobrenome

A porcentagem de mulheres que disseram que era aceitável ter um sobrenome diferente do marido subiu 9 pontos em relação aos cinco anos anteriores da pesquisa, para 50,5%, constituindo metade de todos os entrevistados pela primeira vez.

Os casais japoneses casados ​​são obrigados por lei a usar o mesmo sobrenome. Embora a lei não diga qual dos cônjuges deve renunciar ao sobrenome no casamento, é costume que a esposa tome o sobrenome do marido.

“As atitudes em relação à família estão mudando”, disse uma autoridade encarregada do instituto, que é afiliado ao Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar Social.

A pesquisa, que é realizada a cada cinco anos desde 1993, é destinada a coletar dados sobre famílias japonesas, incluindo a distribuição de tarefas e, de acordo com o governo, foi a primeira vez que o estudo adicionou perguntas sobre casamento entre casais do mesmo sexo.

MN – Mundo-Nipo.com
Fontes: Kyodo News | NHK News.